Esportes

Com 2 gols de Henrique, Brasil vence México e vai à final do Mundial Sub-20

Da Redação ·
John Vizcaino/Reuters  Henrique (esq.) marcou os dois gols da seleção contra o México
fonte: John Vizcaino/Reuters
John Vizcaino/Reuters Henrique (esq.) marcou os dois gols da seleção contra o México

Depois de muito martelar, o Brasil conseguiu marcar na parte final da partida, venceu o México por 2 a 0, e garantiu vaga na decisão do Campeonato Mundial Sub-20, que está sendo disputado na Colômbia. Odestaque da semifinal foi o atacante são-paulino Henrique, autor dos dois gols.

continua após publicidade

O adversário na decisão do próximo sábado é Portugal, que passou pela França por 2 a 0, também nesta quarta-feira.

continua após publicidade

O primeiro tempo de partida muito teve de movimentação, mas pouco rendeu em emoção aos presentes. Mais bem postado no ataque e com jogadores mais talentosos, o Brasil reteve a posse de bola por mais tempo, mas não conseguiu produzir muitas chances, enquanto o México ameaçava nos contra-ataques.

continua após publicidade

Em seu primeiro lance, Oscar, melhor nome entre os garotos brasileiros, arriscou de longe e deu trabalho para José Rodriguez. Pouco depois, o goleiro Gabriel, grande herói da classificação contra a Espanha, tomou toque do pé de Torres, que não pulou após dividida, e ficou com o olho inchado, mas não saiu de campo.

Apostando nos chutes de fora, Casemiro, Oscar, Henrique e Willian testavam o goleiro mexicano, mas não levavam perigo. Enquanto isso, o time da América do Norte passou a aproveitar a insegurança do machucado Gabriel e levantou uma série de bolas na área.

continua após publicidade

Em duas oportunidades, o arqueiro brasileiro teve trabalho, mas acabou socando a redonda para longe. Na terceira, já nos acréscimos, Torres apareceu livre na área e testou para marcar. No entanto, o atacante, responsável pela lesão de Gabriel, estava impedido.

continua após publicidade

No segundo tempo, novamente muita briga e pouco futebol. O Brasil até tentou mudar, com as entradas de Dudu e Negueba, mas a defesa mexicana parecia bem postada. Do outro lado, os garotos de Ney Franco corrigiram as falhas defensivas e constituíram assim, um duelo com muito poucas chances.

E foi em uma delas, numa improvável cabeçada, que Henrique abriu o caminho da classificação brasileira. Após boa jogada de Negueba, ele ganhou do zagueiro e mexicano e colocou no canto de José Rodriguez para marcar.

Ainda antes do fim veio o segundo, em improvável jogada trabalhada na defesa mexicana. Danilo tocou para Dudu, que encontrou Henrique livre na área para só escorar e garantir a passagem brasileira até Bogotá.