Esportes

Bruno Fratus revela que nadou com bermuda emprestada de Cesar Cielo

Da Redação ·
 Fratus e Cielo comemoram dobradinha brasileira na semifinal
fonte: Satiro Sodré/Agif/Divulgação
Fratus e Cielo comemoram dobradinha brasileira na semifinal

Bruno Fratus, que liderou a dobradinha brasileira na semifinal dos 50 m livre nesta sexta-feira (29), no Mundial de Xangai, revelou logo depois da prova que nadou com uma bermuda emprestada do companheiro Cesar Cielo, segundo colocado. Ele também ressaltou o apoio que recebe do campeão olímpico para manter-se concentrado nas provas.

continua após publicidade

- Você tem que manter sua cabeça alta o tempo todo e cair na piscina para nadar o mais rápido que der. Eu estava nervoso antes da prova, minha outra bermuda rasgou, tive que pegar essa aqui do Cesar emprestada. Saí correndo, troquei de bermuda, voltei pra nadar. Mas é tudo igual, só é diferente porque é azul.

Fratus também fez questão de deixar de lado a rivalidade dentro da água.

continua após publicidade

- Ele é meu adversário, mas o tenho do meu lado, dando essa força. Ele me emprestou a bermuda, falou para eu ir com calma. Quando você tem o apoio de um cara assim você entra muito mais tranquilo. Nadei a prova mais rápida da minha vida, amanhã eu sou o desafiante. Pode ser que a pressão aumente para os outros nadadores.

Já Cielo também comemorou o resultado, mas principalmente o fato de ter diminuído o ritmo no fim da prova. Ele também falou sobre a "mãozinha" que deu ao colega, que teve a bermuda rasgada.

- Só lembro de ter falado para os técnicos: 'Vai correndo e pega o maiô'. O técnico voltou correndo, entregou pra ele e ele se trocou em 30 segundos. E a gente foi para a prova assim, até eu fiquei ansioso por ele, sabia que não ia dar para nadar com o maio rasgado. Mas essa adrenalina a mais fez bem no final. O Bruno conseguiu tirar uma prova muito bacana.

continua após publicidade

No entanto, Cielo, que já tem uma medalha de ouro conquistada em Xangai, nos 50 m borboleta, acredita que ambos precisam melhorar para a final.

- Agora a ideia é tentar baixar um pouquinho e fazer esse 1-2 também. Amanhã, é difícil dizer que todos estão disputando a medalha, mas pelo menos uns cinco ou seis vão. Temos que baixar o tempo, fazer 21s60, 21s70. Isso deve garantir um lugar entre os primeiros.

Para finalizar, o bicampeão mundial contou que não viu a aproximação de Fratus, que estava na raia número um.

continua após publicidade

- Minha prova foi normal, nada de excepcional, mas amanhã tem que sair mais forte e concentrado. No finalzinho eu dei uma respirada, vi que tava bem em relação aos nadadores do meu lado. Eu não vi o Bruno na raia 1, dei uma respirada. Tive até uma surpresa, vi o numero 2 do meu lado e pensei: 'Pô, quem ganhou a série?!'. Foi bacana".

Bruno Fratus e Cesar Cielo voltam às piscinas para a grande final da prova mais rápida da natação, os 50 m livre, na manhã de sábado (30), a partir das 7h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da Record News e do R7.