Facebook Img Logo
Mais lidas
Especial

Edhucca leva arte e cultura a 140 jovens através do Profice

.

A vida de 140 crianças e adolescentes apucaranenses ganhou uma dose a mais de arte e cultura nos últimos doze meses. Através do Projeto Cultural da Escola de Desenvolvimento Humano Casa do Caminho, realizado com o apoio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) e da Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, os participantes tiveram acesso a aulas de dança, teatro, música e circo. Nesta quarta-feira, dia 31, os participantes fazem uma apresentação revelando um pouco do que aprenderam nesses meses no palco do Cine Teatro Fênix, às 20 horas. O espetáculo, que encerra as atividades do Profice, é gratuito.

A presidente interina da Edhucca, Aída Assunção, explica que o projeto foi aprovado entre os melhores do Paraná. Intitulado de Atividade Culturais da Edhucca, ela observa que no começo do ano passado foi dado início às oficinas de violão e flauta doce, teatro, danças urbanas, dança de salão e também de circo nas dependências da entidade. “O objetivo do projeto é atender crianças e adolescentes em situação de risco ou vulnerabilidade social, que não teriam acesso a essas atividades em seu cotidiano”, frisa.

A apresentação desta quarta-feira, para a presidente interina da Edhucca, é resultado de um ano de novas aprendizagens e conhecimentos. “Com o Profice, a Edhucca conseguiu alavancar o atendimento já ofertado. Expandimos oportunidades a essas crianças, adolescentes e jovens, que puderam ampliar seus conhecimentos e sonhos. Além disso, também conseguimos atender a famílias dos participantes, através dos nossos projetos”, pontua.

Para aluna do projeto, Lorena Pereira, de 15 anos, participar das atividades “é uma alternativa a mais para a felicidade. Despertou a arte dentro de mim”.  Além de aprender novas habilidades ligadas à música e ao circo, ela comenta que “o apoio aos pais, porque os pais também precisam ser olhados, é muito importante. É um incentivo a me superar, a ser cada vez melhor e passar isso adiante”.

Para a mãe de Lorena, a esteticista Sandra Regina Pereira, as oficinas da Edhucca surgiram numa hora oportuna. “Eu estava passando por dificuldades e minha filha com uma vontade enorme de aprender, de querer ser alguém na vida. Foi neste momento que me falaram da Edhucca. Fomos recebidas de braços abertos. É uma gratidão sem fim pelo trabalho realizado”, afirma.

Aída ressalta que a Edhucca já enviou projetos para 2018 e 2019 à Secretaria de Cultura com a finalidade de dar continuidade ao trabalho.

Resumo atividades 2017

A Edhucca, em 2017, serviu 9.238 refeições; realizou 3.062 atendimentos no projeto de sociabilização infantil; encaminhou 58 adolescentes para uma vaga de emprego em empresas da cidade através do projeto Adolescente Aprendiz e formou 78 alunos nos cursos de Qualificação Profissional. Além disso, a equipe da Edhucca realizou 814 atendimentos com as famílias do Clube dos Pais, 352 no Clube das Mães e dezenas pelo Grupo de Acolhimento, Amparo e Autodesenvolvimento para a prevenção de uso de substâncias psicoativas (GAAAD).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Especial

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber