Mais lidas
Especial

Com a chegada do frio, Saúde alerta para atenção com a gripe

.

Queda de temperatura, pede cuidado com a gripe. Foto: Venilton Küchler
Queda de temperatura, pede cuidado com a gripe. Foto: Venilton Küchler

A Secretaria Estadual de Saúde alerta para que as pessoas redobrem a atenção com a gripe. As baixas temperaturas que ocorreram no Paraná neste mês, fazem com que a gripe seja mais facilmente disseminada. 

“No inverno as pessoas mantêm os ambientes mais fechados, sem muita circulação de ar. Além disso, não ter cuidados básicos, como proteger a boca ao tossir ou espirrar, lavar as mãos e usar sempre o álcool gel, faz com que o vírus da gripe se espalhe com mais facilidade”, afirma o coordenador estadual de imunização, João Luís Crivellaro. “A população, especialmente os grupos de risco, deve estar alerta. Acima de tudo, quem ainda não se imunizou deve tomar a vacina”, diz Crivellaro. 

BALANÇO - Do início do ano até a última sexta-feira (26) o Paraná já registrou 86 notificação por influenza e seis mortes. Entre os óbitos, quatro ocorreram entre fevereiro e março deste ano. As vítimas eram idosos e já possuíam outras comorbidades como cardiopatia, diabetes e problemas neurológicos. Neste ano, não houve no Paraná nenhum registro de notificação ou óbito causado por H1N1. Cinco das seis mortes ocorreram em decorrência da influenza A (H3) e uma pela influenza B. 

VACINA – A campanha de vacinação contra a gripe foi prorrogada em todo o estado até o dia 9 de junho. O público alvo com direito à vacina gratuita pelo SUS são crianças entre seis meses a quatro anos, gestantes, mulheres que tenham realizado parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde e professores públicos e privados em atividade.

 PARANÁ - O Paraná já vacinou 84,38% do público prioritário, o equivalente a 2,52 milhões de doses aplicadas. Crianças e gestantes ainda são os que menos receberam a imunização, com 88,10% e 67,79% do público vacinado, respectivamente. A meta do estado é chegar a, pelo menos, 90% do público imunizado. Para receber a dose, quem faz parte do público alvo deve ir à unidade de saúde básica mais próxima. A campanha abrange todos os 399 municípios do Estado.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber