Apucarana

Policiais civis prendem “Ladra gata” em São João do Ivaí

.

Policiais da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, prenderam na tarde de ontem, em São João do Ivaí, Fabiana Sporh Godk, 28 anos. A jovem, que é de Curitiba, ganhou fama após cometer um furto em uma concessionária no ano passado, o que lhe rendeu o apelido de “Ladra gata”.

Fabiana é apontada pela Polícia Civil como autora de uma série de crimes na capital paranaense. O mais emblemático foi o furto de um carro durante um test-drive em uma concessionária, em maio do ano passado. A jovem, bonita e bem vestida, ainda posou para uma foto em frente ao veículo, o que lhe rendeu o apelido. Ela responde processo em liberdade.

O caso mais recente aconteceu no final de outubro. Fabiana, que é formada em direito, teria levado um óculos de grife no valor de quase R$ 800 de uma loja na capital. 

“Fabiana já é condenada pelo crime de estelionato”, acrescenta o delegado José Aparecido Jacovós, chefe da 17ª SDP, que coordenou as diligências na região.

Jacovós conta que as investigações começaram após a subdivisão receber informações de que Fabiana estaria escondida no Vale do Ivaí. 

Fabiana é apontada pela Polícia Civil como autora de uma
série de crimes na capital paranaense - Foto: Dirceu Lopes

O rastreamento de ligações do seu telefone celular levou as equipes até São João do Ivaí, onde começaram as buscas na segunda-feira. “Descobrimos a localização e fizemos um levantamento em toda a cidade. Foram dois dias de diligências no município, até que localizamos a foragida”, relata o delegado. 


Fabiana Sporh Godk, 28 anos, é formada em Direito - Foto: Dirceu Lopes

Segundo a polícia, Fabiana foi encontrada por volta das 17 horas e estava na companhia de seu filho de aproximadamente 6 meses. Ela teria fugido com seu companheiro para São João do Ivaí, para evitar a prisão. 

“Ela aparenta ser uma pessoa muito problemática. Alega que tem doença mental e chegou a dizer que está grávida de dois meses”, disse o delegado. A jovem foi encaminhada para o Minipresídio de Apucarana e deve ser transferida para Curitiba ainda hoje.  Na 17ª SDP, Fabiana afirmou que não tinha nada a declarar.