Especial

Movimento nas rodovias do Paraná é alto

Da Redação ·
Na BR-376 terá fluxo intenso no feriado. (Foto - arquivo)
fonte: Franklin de Freitas
Na BR-376 terá fluxo intenso no feriado. (Foto - arquivo)

Movimento nas rodovias que ligam Curitiba às praias de Santa de Catarina e do Paraná é grande no início da noite desta quarta-feira (20). Na BR-277 que liga a capital ao Litoral paranaense, o movimento já é o dobro do normal em direção às praias. São 1027 carros por hora. Mais de 80 mil veículos devem passar pela BR 277, que liga Curitiba ao litoral do Estado, no feriado de Páscoa. A afirmação foi feita por Marcelo Belão, coordenador de tráfego da Ecovia, concessionária que administra a rodovia. Para garantir fluidez e segurança aos motoristas, a empresa organizou operações especiais. Na descida para as praias, nesta quarta-feira (20) e quinta-feira (21), os usuários irão encontrar duas faixas liberadas. São três desvios - nos kms 26, 24 e 18 - que segundo Belão, estão amplamente sinalizados.

continua após publicidade

Ainda segundo o coordenador, os horários de pico na BR 277 serão a partir das 18 horas desta quarta-feira (20), entre as 8 e 12 horas de quinta-feira (21) e das 16h às 22 horas no domingo (24). Nesses intervalos, Belão afirma que o fluxo pode chegar a três vezes o volume do normal.

Na BR-376, que liga Curitiba a Santa Catarina, o movimento é de cerca de 1800 veículos por hora, quase o dobro do normal. Neste momento, segundo informações do Twitter da Polícia Rodoviária Federal, não há filas na Serra, onde ainda o tráfego é prejudicado pelos deslizamentos de terra.

continua após publicidade

O tráfego na BR-277 em direção ao interior do Paraná também aumentou nesta véspera de feriado, está em em cerca de 900 veículos por hora.

O movimento deve permanecer alto nas estradas até às 21 horas de hoje (20) e neste sábado entre 8 horas e meio-dia.

Radar fotográfico — A fiscalização nas rodovias estaduais, em todo Paraná, será reforçada com a utilização de doze aparelhos de radar fotográfico, durante o feriado da Páscoa. A informação é do comando da Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Essa é mais uma das estratégias da corporação, segundo explica o tenente coronel João Vieira, para coibir o excesso de velocidade, causa de muitos acidentes com vítimas, nas estradas paranaenses.

continua após publicidade

“A PRE pede aos motoristas que não bebam”, acrescenta o comandante. “Vamos fiscalizar a ingestão de bebidas alcoólicas de maneira criteriosa, com o emprego de bafômetro”, adverte o comandante da corporação.“Motoristas que se recusarem a fazer o exame etilométrico serão encaminhados à delegacia mais próxima”, ressalta.

Segundo a legislação, o condutor flagrado com dosagem superior a 0.1 decigramas de álcool por litro de ar expelido está sujeito a sanção com multa prevista no Código de Trânsito Brasileiro. Uma dosagem acima de 0,3 decigramas resulta em prisão. Álcool acima dos níveis tolerados pela legislação produz diminuição da coordenação muscular e demora na resposta do condutor a situações de emergência, além de reduzir a capacidade de julgamento do usuário.