Especial

Festas de fim de ano e calor exigem cuidados especiais com a alimentação

Da Redação ·
Imagem Ilustrativa
fonte: Google Imagens
Imagem Ilustrativa

Com o inicio do verão, alguns cuidados devem ser tomados para evitar o surgimento de doenças. Manter a alimentação saudável, ingerir bastante líquidos e estar atento às condições de armazenamento dos alimentos, principalmente na praia, são algumas dicas importantes para esta época do ano.

continua após publicidade

Mesa farta, mistura de salgados, doces e bebidas variadas, são comuns às festas de fim de ano. Com os excessos, surgem as doenças gastrointestinais – patologias nos órgãos do sistema digestivo como intestino, estômago e fígado –, além da preocupação em ganhar peso.

continua após publicidade

Náuseas, dor de estômago, dor de cabeça e vômito podem ser alguns sintomas de que houve exagero na refeição. A chefe da divisão sanitária de alimentos da Secretaria de Estado da Saúde, Marise Penteado, afirma que é adequado optar por pratos que tragam saladas, legumes, frutas e fibras. “Devemos dar preferência às carnes grelhadas, assadas ou cozidas, como, por exemplo, peito de peru ou chester”.

continua após publicidade

O tempero das saladas deve ser feito com limão ou vinagre. “É aconselhável evitar a maionese ou azeite, principalmente em função do calor e porque muitas vezes as ceias demoram a acontecer”. Junto com esses pratos vem os acompanhamentos. “O ideal é optar por arroz ou farofa, evitando colocar bacon ou linguiçinha”.

DOCES – A hora da sobremesa também exige cautela. Ingerir porções pequenas e sobremesas que levem frutas ajudam o corpo a ter uma digestão mais rápida. “Evitar doces que tenham muito leite em sua composição é ideal, pois eles possuem muitas calorias”. Damascos, ameixas, melão, pêssegos e kiwi são boas opções. “Procure evitar bombons, doces e licores e os panetones com recheio de chocolate são ainda mais calóricos que os com frutas cristalizadas”.

continua após publicidade

Para quem esta preocupado com a balança, o ideal é que seja feito um lanche antes da ceia. “Comer sanduíches integrais, barras de cereais ou algum tipo de carne magra ou frutas. Com isso, a pessoa chegará com pouca fome na hora da refeição”.

continua após publicidade

A ingestão de bebidas alcoólicas também precisa ser controlada, pois a maioria de vinhos e espumantes contém açúcares. É fundamental que não se beba em excesso e que o consumo destas bebidas seja intercalado com água ou suco de frutas, que hidratam e recuperam o organismo.

“Os diabéticos especialmente devem estar atentos à ingestão de bebidas devido ao risco de hipoglicemia (baixa do açúcar no sangue) e a alimentos ricos em carboidratos (açúcares) que podem levar a hiperglicemia”.

continua após publicidade

VERÃO - Com o calor é preciso redobrar os cuidados com os alimentos que se consome durante o dia. São comuns problemas de saúde como desidratação, diarréia e aumento de peso, ocasionados pela alimentação inadequada. “Deve-se aumentar o consumo de água, ingerir, no mínimo, três litros por dia. É importante também aumentar o consumo de legumes, verduras e frutas e evitar alimentos gordurosos”.

Também é importante estar atento à alta temperatura. Evitar o consumo de alimentos perecíveis (sanduíches, salgados, queijos, bolos, doces recheados e com cobertura, por exemplo) vendidos por ambulantes. Marise alerta ainda para que sejam observados os locais onde serão feitas as refeições. “Temos que estar atento aos quiosques, bares e restaurantes, a organização e limpeza das instalações, condições de higiene dos funcionários, além da temperatura dos alimentos perecíveis”.

Outras dicas como preparar alimentos o mais próximo possível do horário de consumo, manter os alimentos sempre em recipientes bem tampados e abrigados do sol, além de guardar os que necessitam de refrigeração dentro de caixas isotérmicas abastecidas com gelo.