Especial

Apimentando o casamento

Da Redação ·
 Entrosamento sexual é essencial na vida a dois
fonte: Reprodução
Entrosamento sexual é essencial na vida a dois

A sexualidade da mulher continua tabu. Em pleno século XXI, muitas ainda não sentem à vontade para falar de sexo e nem do próprio prazer. Entretanto, a missão, de forma subliminar, de manter o entrosamento sexual no relacionamento afetivo está nas mãos delas. Com aumento da expectativa de vida, o desejo de estender os encontros amorosos depois da fase áurea da sexualidade, que vai dos 20 aos 40 anos, se tornou natural, sendo preciso quebrar uma série de barreiras.

continua após publicidade



Diante desse novo cenário, é cada vez mais comum perceber a presença feminina em lojas especializadas em produtos eróticos. A empresária apucaranense Ione Martins Bossa, 40 anos, que há 10 atua no ramo, observa que uma grande fatia do público é de mulheres que já passaram da casa dos 40 anos. “Procuram algo para tirar o casamento da rotina. Começam com uma lingerie sensual, depois um produto estimulante e acabam sempre buscando novidades”, afirma.
 

A empresária ressalta que, além dos acessórios, elas também têm procurado inovar com massagens e danças sensuais. “A procura é tanta que resolvemos lançar um curso de artes sensuais, que ensina essas mulheres a usar os produtos e a fazer um streep tease para o parceiro”, detalha.

continua após publicidade

Esse universo não é só para elas. Os homens também têm procurado, mesmo que de forma tímida, apimentar o relacionamento. “Na primeira vez levam uma coisinha mais sutil e, com o passar dos meses, vão substituindo para algo mais elaborado”, compara. Ione avalia que os homens ainda têm mais resistência na hora de ousar. “Em cerca de 90% dos casos são elas que vêm buscar algo e, com carinho e persistência, conseguem reanimar o relacionamento”, assegura. Segundo a empresária, é comum as clientes retornarem para agradecer as dicas.
 

Produtos mais pedidos

Gel do beijo
Bala erótica
Calcinha comestível
Vibrador do ponto G


“O casal precisa voltar a namorar”, diz especialista

continua após publicidade


A iniciativa de incrementar o relacionamento com um acessório ou produto é válida, segundo o ginecologista e obstetra de Arapongas, Enéias Prado, 49 anos. “O casal precisa voltar a namorar. Olhar o marido como homem e a esposa como mulher”, avalia. Conforme o profissional, a mulher tem meios para acompanhar este homem mais ativo sexualmente, principalmente depois do lançamento da pílula contra a disfunção erétil, como o Viagra, em 1998.
 

Prado explica que, para isso, é recomendado que a mulher siga três cuidados: faça o exame preventivo regularmente, exercícios físicos e cuide do psicológico. “Após os 45 anos, a mulher começa a perder a acidez natural da vagina, o que facilitar infecções. O órgão também fica mais fino e menos elástico. Esses fatores causam dor durante o ato sexual”, explica. Ele recomenda que a mulher não deixe de consultar seu ginecologista e conversar com ele. “Dependendo do diagnóstico, a paciente será encaminhada a fazer recomposição hormonal ou até mesmo fisioterapia ginecológica, para reativar a musculatura vaginal”, esclarece.
 

Para ele, não adianta a mulher ir à farmácia e comprar um estimulante sexual, porque não vai funcionar, principalmente se ela não estiver preparada psicologicamente. “Na maioria dos casos, os problemas não são físicos. As mulheres começam a achar que estão velhas demais para o sexo. Então, o parceiro precisa incentivar a sua mulher, com carinho, com um elogio, apoiar quando ela fizer algo diferente”, diz, ao enfatizar que a mulher é muito mais estimulada pela audição, pelo olfato, que pelo tato e a visão. Por isso, de acordo com ele, as idas aos sexy shop, geralmente, surtem efeito porque valorizam o visual, satisfazendo o homem. Ao mesmo tempo, os produtos trabalham com cheiros, favorecendo o olfato feminino.


O ginecologista salienta que a relação sexual é uma necessidade em qualquer fase da vida. “A atividade sexual, principalmente, gera mais liberdade, mais prazer em estar junto com seu companheiro, fazendo com que a afinidade não se perca,” avalia.

continua após publicidade


Segredo é não dar espaço para a rotina
 

A vendedora autônoma Odila Estefanuto, 57 anos, e o gerente de logística Jomar Alves, 41 anos, de Apucarana, estão juntos há mais de duas décadas. “São 22 anos de namoro”, garante ela, lembrando que não há espaço para a rotina no relacionamento. “Trocamos mensagens pelo celular, ligamos diariamente um para o outro. O tempo todo, quando estamos juntos, trocamos carinhos”.
Com 16 anos de diferença de idade, Odila comenta que precisou vencer seus próprios preconceitos. “Achava ele muito novo para mim. Meus filhos eram quase da sua idade, mas ele me convenceu, com carinho e persistência, e até hoje estamos juntos”, afirma. Odila era viúva na época em que conheceu Jomar.


De acordo com a vendedora, para manter o casamento saudável ela mantém a identidade. “Não abro mão de certas coisas, como alguns acessórios e roupas. Adoro óculos coloridos. Ele não gosta muito, mas uso porque é minha cara. Assim como as unhas cumpridas”, detalha.


Odila diz que até hoje mantém a rotina de se arrumar para o marido. “Sempre compro uma calça, um vestido bonito para usar quando vamos sair. Isso é legal porque surpreende o outro”, avalia. Além do vestuário, ela também investe em lingeries. “Uso de vez em quando, porque se usar todo perde a graça”, frisa.


Segundo a vendedora, ela e o marido preservaram nesses 22 anos de união os momentos a dois. “Sempre procuramos tirar um tempo só para nós, saindo para fazer as nossas coisas. Até hoje recebo e também dou presentes. Somos como dois namorados”, assegura.
 

continua após publicidade

Dicas para aquecer o relacionamento
 

1 – Não deixe a sua vida sexual cair na mesmice! Dar uma escapada, fazer uma surpresinha, inovar... Tudo isso deverá fazer parte da vida do casal. Nada de achar que sexo é para fazer apenas entre as quatro paredes do seu quarto!
 

2 – Estimule o seu parceiro de todas as maneiras. Massagens, velas ou incensos com fragrâncias estimulantes, uma iluminação especial, vale tudo! Use a sua criatividade e faça com que cada noite se torne inesquecível para vocês dois.
 

3 – Cultive as fantasias, quaisquer que sejam elas! Descobrir quais os desejos mais íntimos do parceiro é fundamental para não deixar a peteca cair. Quando o assunto é fantasia, o mais importante é ousar. Misture as vontades de vocês dois e torne esse momento além de muito prazeroso, extremamente divertido!
 

4 – Fale sobre sexo. Uma maneira fácil de estimular a libido é com palavras. Um telefonema inesperado, dividir as suas dúvidas, os seus desejos, tudo isso deve ultrapassar o momento do sexo em si. Uma simples conversa pode aproximar ainda mais o casal e dar um toque apimentado à noite de vocês.
 

5 – Para que todas essas tentativas deem certo, é essencial que você não transforme a sua cama em um ambiente propício para discutir a relação. O seu quarto deve ser um ambiente de intimidade, de fantasia e, sobretudo, de prazer para vocês!
 


BENEFÍCIOS DO ATO SEXUAL

Alivia as crises de enxaquecas
Melhora o aspecto da pele
Alivia as cólicas da TPM
Diminui os distúrbios do sono
Diminui o estresse
Diminui os riscos de infarto
Queima calorias
Tonifica os músculos
Aumenta a imunidade
Aumenta a auto-estima