Especial

Vazio sanitário da soja começa vigorar no Paraná 

Da Redação ·
Produtores devem dar uma pausa de três meses no cultivo do grão. (FOTO - reprodução/arquivo TNOnline)
Produtores devem dar uma pausa de três meses no cultivo do grão. (FOTO - reprodução/arquivo TNOnline)

Começou na quinta-feira (15) o vazio sanitário da soja no Paraná (PR). Além do Estado paranaense, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia também aderem à medida no mesmo período que vai até 15 de setembro. Até lá fica proibido manter ou plantar pés de soja.

continua após publicidade

O objetivo da prática é reduzir a sobrevivência do fungo causador da ferrugem asiática – uma das doenças mais problemáticas dessa cultura - durante a entressafra. Quando o ciclo desse fungo é interrompido ele não sobrevive o que diminui sua incidência no próximo plantio.

A pesquisadora explica que o fungo que causa a ferrugem-asiática é biotrófico, ou seja, precisa de hospedeiro vivo para se desenvolver e multiplicar. “Ao eliminarmos as plantas de soja na entressafra ‘quebramos’ o ciclo do fungo, reduzindo assim a quantidade de esporos presentes no ambiente”, diz Claudine.