Especial

Taxa de homicídios cai 14,3% no Paraná 

Da Redação ·
Taxa de homicídio caiu no Paraná. Foto: Assessoria
Taxa de homicídio caiu no Paraná. Foto: Assessoria

O número de homicídios dolosos (com intenção de matar) caiu 14,35% no Paraná nos três primeiros meses de 2017, em relação ao mesmo período de 2016. Neste ano, foram registrados 585 casos, contra 683 no primeiro trimestre do ano passado. 

continua após publicidade

Em Curitiba a redução foi mais expressiva, de 31,5%, enquanto na Região Metropolitana da capital (RMC) a queda foi de 29%. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária nesta quarta-feira (03).

O governador Beto Richa comentou os números dos primeiros três meses do ano e afirmou que o Paraná está colhendo resultados dos investimentos e das ações para ampliar a segurança da população. 

continua após publicidade

“Investimos na contratação de policiais, equipamentos, viaturas e inteligência, dentro do Paraná Seguro, o primeiro grande programa articulado de segurança já realizado no Paraná”, disse Richa. 

“A maior presença de policiais nas ruas e as ações sistemáticas das polícias resultam nesta redução dos homicídios”, completou. O relatório revela que a capital e municípios do entorno tiveram os menores índices de homicídios para o período desde que começou a série histórica, há dez anos. 

Em Curitiba, foram registradas 100 mortes e nos municípios vizinhos 127 casos. A RMC concentra aproximadamente 40% do total de casos de homicídios dolosos registrados no Estado. “A Polícia Civil e Polícia Militar têm trabalhado de forma incansável para reduzir a incidência criminal em nosso Estado. Tivemos ao longo de 2016 investimentos essenciais, feitos pelo Governo do Estado, que já estão impactando diretamente na redução dos homicídios”, explicou o secretário da Segurança Pública, Wagner Mesquita.

continua após publicidade

Ele destaca a contratação de 3 mil novos soldados da PM, que reforçaram a segurança nas ruas em todo o Estado. Desde 2011, o Governo do Paraná contratou 10,8 mil policiais e adquiriu mais de 3,5 mil viaturas – além da locação de outros 250 veículos.

Queda
Das 23 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp), nas quais o Estado é dividido para fins de análise, 13 apresentaram diminuição expressiva no número de homicídios nos primeiros três meses de 2017. Além de Curitiba, RMC e Litoral, no interior o índice de assassinatos caiu nas mais diversas regiões. 

Na de Foz do Iguaçu, a queda chegou a 40% e na região de Francisco Beltrão, a redução foi de 37,5%. No Litoral a queda foi de 21%.Reduções também ocorreram nas regiões de Londrina (-16%), Umuarama (-24%) e Paranavaí (-17%), conforme aponta o relatório produzido pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Segurança Pública. Já regiões como Campo Mourão e Maringá tiveram aumento no índice, de 36% e 21%, respectivamente.“O resultado deste primeiro trimestre de 2017 é uma resposta ao ano passado, que teve um leve acréscimo de 2,4% no número de homicídios em todo o Estado, comparando com 2015”, comparou o secretário Mesquita.