Banda formada por jovens maringaenses se destaca na cena regional - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Especial

Banda formada por jovens maringaenses se destaca na cena regional

Douglas, João Paulo e Ruan Diego uniram seus talentos musicais ainda na época do colégio. Após três anos, eles apresentam um trabalho maduro, fruto de muita dedicação. Foto - Divulgação
Foto por
Escrito por Nathalie Bagatini
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Uma banda maringaense formada por três jovens está conquistado público na região. Quem ainda não ouviu falar mas gosta de um bom rock pode anotar esse nome: Casa de Véraneio. Em menos de um ano de formação, os meninos já lançaram seu primeiro EP com seis músicas autorais e fizeram o primeiro show fora do Paraná recentemente. 

A banda é formada pelo vocalista Douglas Shiozaki, 19 anos, o baixista João Paulo Pasquini, 20 anos e baterista, Ruan Diego Pereira, de 20 anos. Apesar da Casa de Véraneio ter iniciado sua formação em 2016, os meninos já se conheciam e tiveram outros projetos antes deste.

A história desses rapazes começou em 2013, ainda no ensino médio. Eles se juntaram para participar de uma competição musical do colégio e resolveram seguir em frente. Com mais um amigo, eles formaram uma banda cover e começaram a tocar nos bares de Maringá.

Em 2015 eles deram uma pausa, mas a paixão pela arte falou mais alto e os meninos resolveram iniciar um novo projeto. Desta vez, apenas os três. A ideia era trazer as inspirações e referências de cada um e criar algo novo. “Queríamos transpor nossos pensamentos e espalhar por aí”, afirma o baterista Ruan Diego, que contou com o aval dos demais integrantes.

Juntos, eles começaram a compor, criar melodias e arranjos. A casa de Douglas se tornou o ponto e encontro da banda e local onde ainda acontecem os ensaios. Dona Vera, mãe do vocalista, abriu as portas para o sonho dos meninos e por conta disso é responsável pelo nome da banda, que vem da junção de “casa” e “Vera”. A sugestão veio do baixista João Paulo e foi logo aprovada por todos.

Com inspirações que vão de Beatles à The Strokes, além de bandas brasileiras como, O Terno, Boogarins e Carne Doce, os meninos assumem hoje uma vertente que passa pelo rock psicodélico, experimental e crítico e que pode ser conferida através do primeiro EP, chamado “Passadiço”, que traz canções que falam sobre política, sociedade, angústia, dinheiro e planos que não deram certo.

Foto: Reprodução

Nesse trabalho, a banda apresenta seu estilo musical e mostra realmente a que veio. Não é à toa, que os rapazes estiveram no mês de novembro em Porto Alegre, Rio Grande do Sul (RS) a convite de uma casa de shows onde realizaram sua primeira apresentação em outro Estado. Na oportunidade, eles aproveitaram a passagem pela terra gaúcha e gravaram seu primeiro videoclipe que ainda não tem data de lançamento. 

E mesmo entre as dificuldades de uma banda independente, os meninos estão felizes com os resultados alcançados em tão pouco tempo. Para o vocalista, o resultado final e retorno do público é o que realmente vale a pena e dá gás para continuar esse sonho. “Não há nada melhor do que passar meses fechado dentro de um estúdio e depois receber um feedback tão bom da galera, quanto o que estamos recebendo”, comemora.

Para este fim de ano, a banda ainda tem apresentações em Maringá e região. Quem quiser conferir o trabalho do grupo e prestigiar a cena regional siga as bandas no Facebook, YouTube e Instragram. Acima você confere "À Procura De Pessoas Boas".

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Banda formada por jovens maringaenses se destaca na cena regional"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Mais Notícias