Especial

Conheça dieta que emagrece e previne contra o câncer de mama

Da Redação ·
Dieta Mediterrânea tem conquistado adeptos ao redor do mundo. (Foto: Divulgação)
Dieta Mediterrânea tem conquistado adeptos ao redor do mundo. (Foto: Divulgação)

Cientistas descobriram que a dieta mediterrânea é capaz de proteger o ser humano dos efeitos nocivos do álcool. Ironicamente, a dieta mediterrânea é regada a muito vinho que é recomendado para todas as refeições.

continua após publicidade

O azeite de oliva extra virgem, presente no regime alimentar dos povos do Mediterrâneo, contém vários antiestrogênicos que bloqueiam as ações cancerígenas. O ácido fólico, outra substância encontrada em legumes da dieta, também fornece uma ação protetora contra os efeitos do álcool.

Considerada a mais saudável do mundo, a dieta mediterrânea tem angariado adeptos em diversos países desde meados dos anos 50.  Foi nessa época que o cientista americano Ancel Keys notou que os povos mediterrâneos consumiam a mesma quantidade de calorias que os ocidentais. Isso acontece pois o azeite de oliva e a castanha, substâncias indispensáveis na dieta mediterrânea, aumentam o colesterol do tipo HDL. 

continua após publicidade

Em um primeiro momento, o cardápio pode parecer que tem um consumo calórico de gorduras maior do que que o considerado normal em dietas de emagrecimento, porém, essa gordura é de qualidade e pode ser encontrada em vários alimentos como os peixes e as proteínas vegetais. Devido a essa mudança, o organismo consegue encontrar o equilíbrio necessário para o emagrecimento.

Com informações da Revista Exame