Especial

Arapongas: presas colocam fogo em colchões para reclamar das condicções no cárcere

Da Redação ·

As 25 presas que foram transferidas na semana passada da Cadeia Pública de Sabáudia para o setor de custódia provisória da 30ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Arapongas provocaram tumulto na madrugada desta segunda-feira (23), conforme informação da Polícia Civil. Elas reclamam das condições no cárcere.

De acordo com investigadores, as detentas fizeram muita gritaria e atearam fogo em colchões. A situação foi controlada com a presença de reforço policial na Cadeia Pública. Conforme o delegado Osnildo Carneiro Lemes, algumas presas que lideraram a insubordinação vão responder por dano ao patrimônio público.


Leia mais na edição de terça-feira (24) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná

continua após publicidade