Mais lidas
Ver todos

    Especial

    Vereadores de Arapongas cobram instalação de IML

    Foto por
    Escrito por Cássio Gonçalves, da Tribuna do Norte
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Vereadores de Arapongas usaram o plenário da Câmara, na sessão da última segunda-feira, para criticar a demora do Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina no recolhimento de corpos no município. Membros do Legislativo argumentaram, por exemplo, que vítimas de acidentes chegam a ficar horas expostas na pista, prolongando o sofrimento dos familiares. Para evitar o transtorno, eles cobram uma unidade para a cidade.

    O assunto foi levantado pela vereadora Angélica Ferreira (PSC), que verificou o problema após perder um familiar no último final de semana, vítima de acidente de trânsito. Ela propôs enviar um requerimento ao Governo do Paraná cobrando a instalação do Instituto. Rubens Franzin Manoel, o Rubão (PP), também criticou a demora e cobrou a unidade. Não é a primeira vez que os vereadores de Arapongas fazem esse tipo de requerimento. “São várias Legislaturas em que é reivindicado um IML para a cidade, mas, até hoje, nunca tivemos resposta”, afirma Jair Milani (PP).

    Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) informou que está reforçando a estrutura de diversas unidades do Instituto Médico-Legal (IML) no interior e ressaltou os investimentos feitos em todas as unidades da Polícia Científica do Estado. Mas diz ser inviável a instalação de um IML em Arapongas neste momento.

    “Em uma segunda etapa, outras possíveis obras e implantação de novas unidades serão avaliadas”, diz a nota. A diretora do IML de Londrina, Cristiane de Souza, reconheceu a demora na busca dos corpos em alguns casos, mas ressalva que as novas contratações do Governo do Estado aumentaram de um para três o efetivo no plantão noturno. “A tendência é diminuir isso”, afirmou ela. O Instituto abrange 36 municípios, chegando até Congonhinhas, a 145 quilômetros de Arapongas. 

    SERVIDORES
    Na mesma sessão, os vereadores aprovaram, por unanimidade, o reenquadramento de salários para 11 categorias de servidores municipais. O projeto foi encaminhado pelo Executivo e estava sob análise das comissões. A maioria da plateia era formada por funcionários públicos, entre professores e profissionais da saúde, e sindicalistas, que levaram faixas. 

    Evangelista Pereira da Silva, o Lita (PHS), destacou a conquista. “Com o aumento proporcionado a esses 380 servidores, já é de 1.685 o número de funcionários públicos que receberam aumento na carteira”, declarou. A presidente da Câmara, Margareth Pimpão (PSD), também ressaltou os reajustes, mas cobrou isonomia do executivo. “A partir de agora, que tratem igual as categorias, que todas consigam seu enquadramento e que sua profissão seja valorizada da mesma forma”, pediu.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!
    TNTV
    TNTV

    Jornal da Tribuna 2ª Edição - Destaque: Pré Candidato a vereador em Apucarana desmente boato sobre prisão

    Deixe seu comentário sobre: "Vereadores de Arapongas cobram instalação de IML"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

    Mais Notícias