Especial

Atriz raspa os cabelos em "Amor à Vida"

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Atriz raspa os cabelos em "Amor à Vida"
fonte:
Atriz raspa os cabelos em "Amor à Vida"

Ao que tudo indica, a atriz Marina Ruy Barbosa vai mesmo raspar os cabelos na novela "Amor à Vida". As informações são da coluna Na Telinha, do jornal Extra. A cena deve ir ao ar no próximo dia 22 e o texto já chegou às mãos da atriz no último sábado (29). Na novela de Walcyr Carrasco, Nicole (Marina Ruy Barbosa) é uma jovem milionária que sofre de câncer e passa por quimioterapia. Por conta disso, ela começará a perder os cabelos. Ao perceber que está ficando careca, ela ficará desesperada. Com a ajuda de Pilar (Susana Vieira), Nicole é orientada a cortar os cabelos e depois raspá-los.

continua após publicidade
confira também

A esposa de César (Antonio Fagundes) vai levar seu cabeleireiro particular até a casa de Nicole para ajudá-la. Ao chegar no quarto da jovem, o profissional lamentará. "Eu vou sentir tanto ter que raspar cabelos tão lindos. Eu vou começar cortando... Vou abaixar bem, pra depois raspar", explicará. Nas primeiras tesouradas, a jovem ficará em prantos. À medida que o cabeleireiro corta as madeixas, a milionária se questiona se Thales (Ricardo Tozzi) gostará dela depois da mudança no visual. Após raspar todo o cabelo, Nicole olhará no espelho e se assustará. "Estou horrível". Pilar tenta consolar a jovem e sugere que ela coloque um vestido bonito para se encontrar com o escritor. Ao ver o rapaz, ela fica envergonhada e começa a chorar. Thales, por sua vez, a consola. "Cê é a minha Nicole. Minha querida Nicole". De acordo com a coluna, a cena lembrará a de Carolina Dieckmann em "Laços de Família". No texto, não há nenhuma referência a recursos tecnológicos para criar uma careca virtual, portanto, Marina deve mesmo raspar as madeixas. Ao saber da notícia, a atriz relutou, mas foi orientada por amigos a não recusar a cena. A atitude deve marcar a carreira da atriz e garantir outros trabalhos após "Amor à Vida". 

Com informações do jornal Extra/Bonde