Especial

Menor que confessou 5 homicídios em Apucarana é transferido para Foz

Da Redação ·
Garoto foi levado para um educandário em Foz do Iguaçu, na região da Tríplice Fronteira
fonte: Sérgio Rodrigo
Garoto foi levado para um educandário em Foz do Iguaçu, na região da Tríplice Fronteira

O delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Ítalo Sega, confirmou na tarde desta sexta-feira (10), que o adolescente de 16 anos autor confesso de cinco assassinatos praticados neste ano e em 2012 em Apucarana, foi transferido para um educandário em Foz do Iguaçu, na região da Tríplice Fronteira (extremo oeste do Paraná).

A transferência do menor faz parte da sistemática relativa à medida socioeducativa restritiva de liberdade imposta ao adolescente pela Vara da Infância e Juventude. Pela legislação vigente, o garoto não poderá ficar apreendido por mais de três anos.

A Polícia Civil reitera que o adolescente confessou a autoria de cinco homicídios praticados no município de Apucarana.

Engenheiro - Entre os assassinatos que o menor confessou está o do engenheiro Francisco Marchi, de 34 anos. Marchi foi morto durante tentativa de roubo ocorrida na noite de 11 de março de 2013, em Apucarana.

continua após publicidade
confira também

O crime gerou muita perplexidade no município. Marchi acabou assassinado a tiros na frente da família (inclusive de duas filhas ainda crianças), quando dois bandidos invadiram a sua residência, situada na zona sul de Apucarana.

Ele foi atingido por dois projéteis de pistola .40 de uso restrito quando estava na sala de sua casa, situada à Rua Geraldo Alves Pereira, no Residencial Cazarin. O comparsa do menor que participou do crime fugiu e ainda não foi identificado pela polícia.

Neste ano a polícia  já registrou 13 assassinatos na cidade. Em 2012 a polícia contabilizou 12 homicídios em Apucarana. Já em 2011 ocorreram 23 assassinatos na área do município.