Especial

Deputado paranaense é cassado por infidelidade partidária

Da Redação ·
O deputado estadual Alceu Maron (PSDB) teve o mandato cassado
fonte: Alep
O deputado estadual Alceu Maron (PSDB) teve o mandato cassado

O deputado estadual Alceu Maron (PSDB) teve o mandato cassado na última quinta-feira (7), por infidelidade partidária. A decisão partiu da Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), que acatou o pedido do Partido Popular Socialista (PPS), antigo partido de Maron, e de Felipe Lucas, 3º suplente ao cargo, que deve assumir a vaga da Assembleia Legislativa em até dez dias.

Para o relator do TRE, Dr. Josafá Antonio Lemes, as provas acostadas nos autos não foram suficientes para caracterizar uma grave discriminação pessoal ou desvio de finalidade que justifique a desfiliação partidária do deputado do PPS. Segundo ele, "simples desavenças internas e contratempos eventuais com dirigentes partidários não configuram discriminação pessoal grave".

Alceu Maron Filho foi eleito como 2º suplente pelo Partido Popular Socialista nas eleições de 2010, do qual se desfiliou posteriormente para ingressar no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Ele assumiu o cargo no início de 2013, juntamente com Tercílio Turini, após a saída de Cesar Silvestri Filho e Marcelo Rangel. Em nota, Maron disse que vai recorrer da decisão.

continua após publicidade