Especial

Ex-ativista político Cesare Battisti vai a encontro da família

Da Redação ·
O ex-ativista político italiano Cesare Battisti distribuiu autógrafos e tirou fotos no 11º Encontro da Família Battisti no distrito de Bom Princípio, em Toledo, no oeste do Paraná (Foto: Murilo Battisti)
fonte:
O ex-ativista político italiano Cesare Battisti distribuiu autógrafos e tirou fotos no 11º Encontro da Família Battisti no distrito de Bom Princípio, em Toledo, no oeste do Paraná (Foto: Murilo Battisti)

O ex-ativista político italiano Cesare Battisti participou da 11ª edição do Encontro da Família Battisti, no distrito de Bom Princípio, no município de Toledo, na região oeste do Paraná. O italiano, que não era esperado pelos participantes, foi acompanhado de um irmão e da cunhada, que vivem na Itália, e de Carlos A. Lungarzo, autor do livro “Os Cenários Ocultos do Caso Battisti”.

Cerca de 700 pessoas participaram do encontro, que foi realizado no domingo (13). Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos ocorridos na década de 1970, quando era integrante de um grupo armado de esquerda.

Ele foi preso no Rio de Janeiro em 2007 e ficou detido em uma penitenciária nos arredores de Brasília até a libertação, em 9 de junho de 2011. O italiano saiu da prisão por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que rejeitou o recurso com pedido de extradição dele à Itália.

Anteriormente, o STF havia recomendado a extradição do italiano ao país de origem, contudo, deixou a decisão final a cargo do então presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva. Com base em recomendação da Advocacia Geral da União (AGU), Lula optou por fornecer refúgio a Battisti alegando os riscos que a volta à Itália poderia ocasionar. A decisão foi contestada pelo Governo Italiano e gerou uma crise diplomática entre as nações.


As informações são do G1/PR

continua após publicidade