Especial

Sem títulos, Maradona é demitido de time árabe

Da Redação ·
Maior jogador da história do futebol argentino, Diego Armando Maradona não tem o mesmo talento como técnico. Prova disso é que ele foi demitido do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unido, nesta terça-feira, depois de uma temporada inteira sem títulos pelo clube sediado em Dubai. O anúncio foi feito por meio de um comunicado assinado pela junta de diretores, que se reuniu durante o dia e tomou a decisão definitiva pela saída do treinador, que, há duas semanas, esteve em Buenos Aires para ver de perto a final da Libertadores - o seu último jogo pelo Al Wasl foi há um mês. Maradona havia chegado ao clube árabe em maio de 2011, tornando-se, logo, a grande atração do futebol daquela região do mundo. Os resultados, porém, foram decepcionantes, tanto que o Al Wasl terminou o campeonato local apenas na oitava posição entre 12 participantes. O time ainda caiu nas quartas de final da Copa do Presidente e ficou com o vice-campeonato na Copa dos Emirados e da Liga dos Campeões Árabes. O ex-jogador teve vários encontros com os dirigentes do Al Wasl, reclamando da falta de reforços, e protagonizou pelo menos dois incidentes com torcedores, incluindo uma ocasião em que subiu até a arquibancada para enfrentar torcedores de uma torcida rival, que supostamente estavam o ofendendo.
continua após publicidade