Entretenimento

Ivete Sangalo é investigada por sonegação fiscal

Da Redação ·
 Ivete Sangalo é investigada por sonegação fiscal
fonte: Divulgação
Ivete Sangalo é investigada por sonegação fiscal

Toinho Batera (Antônio da Silva) causou Ivete Sangalo de usar a empresa Banda do Bem como empresa fachada para sonegar encargos trabalhistas. Por isso, entrou na justiça e pediu uma indenização de R$ 5 milhões e então a cantora e a produtora passaram a ser alvo de investigação.

continua após publicidade

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Banda do Bem Produções Artísticas Ltda – que é gerenciada pelo cunhado e sócio, Luiz Paulo de Souza Nunes – é acusada de sonegação fiscal e de tributos trabalhistas a músicos. A empresa negocia os shows com a musa do axé.

A publicação informou que, em sua defesa, Ivete Sangalo diz que a Banda do Bem é independente da Caco de Telha Produções Artísticas Ltda, empresa que realmente produz os seus shows. Ivete afirma ainda que a Banda do Bem é uma prestadora de serviços, na qual 13 músicos são sócios dela.

continua após publicidade

Porém, a publicação informa ainda que Luiz Paulo de Souza Nunes administra as duas empresas, além de ser o responsável por outros negócios de Ivete Sangalo e de sua família.