Entretenimento

Hoje terá maior lua cheia das últimas duas décadas

Da Redação ·
 Segundo a Nasa, o fenômeno denominado de "superlua" é sutil e só é conhecido hoje porque há tecnologia precisa para medir a distância
fonte: Reprodução
Segundo a Nasa, o fenômeno denominado de "superlua" é sutil e só é conhecido hoje porque há tecnologia precisa para medir a distância

Se você está planejando um jantar romântico, hoje (19) pode fornecer as condições ideais para sua noite: uma super lua cheia estará no céu.
 

continua após publicidade

Neste sábado ocorre um fenômeno conhecido como super “lua perigeu” – algo que só acontece a cada 18 anos. O resultado é que, ao nascer no leste, nosso satélite natural estará maior e mais brilhante do que o normal.
 

As luas cheias variam de tamanho por causa de sua órbita oval. O trajeto elíptico tem um lado (chamado perigeu) cerca de 50 mil km mais perto da Terra do que o outro (apogeu). Para um observador no planeta, as luas perigeu ficam 14% maiores e 30% mais brilhantes do que a apogeu.
 

continua após publicidade

No dia 19 de março, a Lua estará em seu perigeu máximo – 356.577 km de distância. A proximidade é beneficiada por outra coincidência: para a maior parte do ocidente, ela surge no horizonte menos de uma hora após o perigeu. Esse fenômeno aconteceu pela última vez em março de 1993.
 

Essa proximidade da Lua pode aumentar um pouco as marés, mas não há com o que se preocupar: as variações serão de apenas alguns centímetros a mais do que o normal. A Nasa ainda alerta: ao contrário do que alguns boatos que circularam na internet dizem, as luas perigeu não disparam desastres naturais.
 

E para quem quer tirar belas fotos, outra dica da Nasa: o melhor momento para observar a lua é quando ela ainda está perto do horizonte. Em contraste com árvores e prédios, ela parecerá ainda maior.