Entretenimento

Sertanejo Edson comenta: Luan Santana é bem caipira mesmo

Da Redação ·
O sertanejo  Edson  durante show
fonte: OFuxico.com
O sertanejo Edson durante show

O sertanejo Edson está às voltas com seu CD Voz e Violão e conversou com O Fuxico sobre o novo cenário do momento sertanejo e disse que os novos talentos que estão aparecendo realmente gostam do que fazem e não buscam apenas o sucesso:

continua após publicidade

“Como eu comecei muito cedo nesse meio, posso falar com propriedade sobre a nova turma dos sertanejos. Eles gostam de verdade, não estão aí só para ganhar dinheiro. Já gravei tanto com os mais novos, quanto com os da antiga e posso ver a mesma paixão pela música”, revelou.

continua após publicidade

O maior fenômeno sertanejo do momento, Luan Santana, também foi comentado por Edson, que vê muita humildade no garoto e diz que ele é do meio sertanejo desde que nasceu: “O Luan Santana é bem caipira mesmo. Ele foi criado num meio sertanejo. Ele vem lá de Mato Grosso do Sul, onde o pessoal curte moda de viola mesmo. Posso falar também da dupla Fernando e Sorocaba, que gravei com ele. Os meninos também são 100%. Gustavo Lins também faz uma boa música e é novinho. Todos têm a mesma paixão que Chitãozinho e Xororó, que também já gravei com eles e posso falar”, comentou.

continua após publicidade

Para Edson, algumas pessoas podem até se aproveitar do momento em que o sertanejo está vivendo, mas, com sua experiência, garante que eles não fazem sucesso por muito tempo: “Essa meninada nova é toda muito boa, todos têm muito talento, mas os aproveitadores eu garanto: não conseguem fazer sucesso. Não se preocupam em cantar com o coração. Eles não sabem como é bom conquistar fãs e não seguidores. Aquele cara que te apoia 24 horas por dia, não aquele que curte só quando você está bem”, disparou.

Edson falou ainda que o preconceito com a música sertaneja está diminuindo bastante e hoje em dia as pessoas não têm mais vergonha de dizer que curtem sertanejo, nem de consumir produtos do segmento: “É muito legal ver que os principais nomes da música sertaneja são consumidos, viram produtos e tudo mais. O preconceito está diminuindo e as pessoas não têm mais vergonha de dizer que gostam e ouvem. É atualmente a música mais cantada, são os show mais lotados, os produtos mais consumidos e me orgulho bastante de fazer parte dessa história e até mesmo de ter servido de influência para muitas dessas novas duplas”, finalizou.