Entretenimento

Lázaro Ramos exagera na canastrice

Da Redação ·
 Lázaro Ramos
fonte: João Miguel Junior/Globo
Lázaro Ramos

Que Lázaro Ramos é bom ator está mais do que comprovado. Basta ver o filme Madame Satã.

continua após publicidade

É por isso que espanta a “canastrice” dele como o designer André, o mulherengo de Insensato Coração, a nova novela das 21h que estreou nesta segunda (17).

continua após publicidade

O baiano fez tantas caras e bocas que até parecia estar no Bando de Teatro Olodum. Nada contra, mas TV pede outro tipo de interpretação.

continua após publicidade

Dividido em três blocos, o primeiro capítulo mostrou os autores Gilberto Braga e Ricardo Linhares sem pressa para apresentar a trama, dividida entre Florianópolis e o Rio.

De cara, foi mostrada a diferença entre os irmãos Leonardo (Gabriel Braga Nunes), o malvado desde pequeno, e Pedro (Eriberto Leão), o bonzinho. Tipo Ruth e Raquel de Mulheres de Areia.

continua após publicidade

Tuca Andrada mandou bem como um ex-presidiário que, por vingança, sequestra o avião no qual está a ricaça Marina (Paola Oliveira). Passageiro do voo, o piloto Pedro logo resolve a situação.

continua após publicidade

Nesta cena complicada, os atores até que se esforçaram, mas a direção pecou feio.

continua após publicidade

Com um avião desgovernado e em queda livre, nenhum passageiro berrava.

Sem contar que o sequestrador, após matar o piloto e o copiloto da aeronave, foi abatido com uma facadinha no pé.

continua após publicidade

Enquanto isso, os mocinhos se beijavam ardentemente.

O primeiro capítulo de Vale Tudo, obra prima de Gilberto Braga, foi infinitamente melhor que isso.

A música de abertura, Coração em Desalinho, cantada por Maria Rita, é marcante. Pena que a parte gráfica não fica à altura.

Contida e lindíssima, Camila Pitanga arrasou, como sempre. Por ela, dá até vontade de ver de novo.