Entretenimento

Computador faz homenagem a Chucky, o boneco assassino

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Computador faz homenagem a Chucky, o boneco assassino
fonte: Edson Lopes Jr./R7
Computador faz homenagem a Chucky, o boneco assassino

O computador mais chamativo das primeiras horas da Campus Party, acampamento para fãs de tecnologia que abriu os portões nesta segunda-feira (17), em São Paulo, foi um que prestava homenagem a Chucky, o boneco assassino.

continua após publicidade

O case mod (como são chamados os PCs com modificações chamativas) é criação de Omar Majzoub, de 22 anos (ele vai completar 23 durante a Campus Party). O campuseiro, como são chamados os participantes do evento, afirma que conheceu essa arte tecnológica na primeira edição da festa, há quatro anos. Desde então, ele cria seus próprios computadores.

continua após publicidade

O Chucky não é só chamativo na estética. Sua configuração também impressiona: processador i7, memória RAM de 6 gigabytes, monitor de 32 polegadas, 5 terabytes de disco rígido. Em suma, um computador bom para tudo.

continua após publicidade

Para esfriar a máquina, Majzoub conta que usa um sistema de cooler com água ao invés do tradicional ventiladorzinho. Chucky pede 1 litro de água.

Majzoub trabalha em uma loja de colchões e faz case mod por hobby (ou seria o contrário?). Questionado sobre o preço do seu Chucky-PC, ele prefere fazer mistério. Só conta trabalhar há cerca de seis meses em sua criação.

continua após publicidade

A série de filmes Brinquedo Assassino começou em 1988, gerando três sequências. Chucky, o vilão da história, é referência no gênero de filme de terror até hoje.