Entretenimento

Sansão e Danila garante vice-liderança a Record

Da Redação ·
 Dalila e Sansão protagonizam a nova minissérie da Record
fonte: Divulgação
Dalila e Sansão protagonizam a nova minissérie da Record

Cercada de expectativa, “Sansão & Dalila” estreou na última terça-feira (5) mostrando que a Record tem evoluído bastante no quesito dramaturgia. Apesar de ter produzido novelas com certa dose de ousadia, eram notórias as dificuldades técnicas em algumas tramas. Na minissérie escrita por Gustavo Reiz, no entanto, o investimento foi pesado. E o resultado, apesar de flertar com o tosco em muitas vezes, foi positivo.
 

continua após publicidade

Tudo é grandioso na atração. Cenários são gigantescos, figurantes surgem por todos os lados, câmeras em gruas enquadram ambientes belíssimos como as dunas de natal e travellings em velocidade são feitos de maneira competente. É triste, no entanto, ver que, apesar de tentar orquestrar tudo de maneira impecável, a direção não conseguiu achar o tom certo nas cenas de luta, a maioria delas mal coreografada e repleta de erros de continuidade. Era possível, por exemplo, ver soldados matando pessoas enfiando-lhes a espada no estômago. A lâmina, em alguns casos, não mostrava qualquer sinal de sangue. Uma decisão para suavizar a violência, talvez? Se foi este o caso, foi uma decisão esquisita.

continua após publicidade

Apesar da montagem demasiadamente acelerada nos primeiros minutos, “Sansão & Dalila” não demorou para pisar no freio. Toda a história foi apresentada com alguns clichês – o protagonista é bonitão e, claro, atrai olhares de todas as mulheres – e uma tentativa de humanizar sua vilã. Como se sabe, Dalila traiu seu amado ao cortar-lhe os cabelos enquanto dormia. Dessa maneira, ele perdeu toda a força que tinha. Assim, para não tornar a personagem de Mel Lisboa numa megera, a emissora tratou de justificar sua maldade vindoura e criou uma trama na qual ela é constantemente assediada pelo padastro e desacredita pela mãe, que, por sinal, apanha dele. Parece incerto que os espectadores se identifiquem com a moça assim, de cara.
 

Na tentativa de prender a atenção do espectador, a Record exibiu o primeiro bloco da minissérie por cerca de 55 minutos até o primeiro intervalo. Foi cansativo. Ainda assim, a produção garantiu a vice-liderança no horário. Segundo a prévia do Ibope, ela marcou 13 pontos de média em São Paulo contra 26 da Globo. No Rio, atingiu picos de 20 pontos, ocupando a liderança por alguns minutos, mas fechou com 18 pontos.
 

“Sansão & Dalila” é uma produção sem dúvida grandiosa e de elenco com nomes importantes – embora, vamos combinar, algumas atuações não tenham sido lá dignas de prêmios -, mas que causa um certo estranhamento. Faltou humor e leveza, faltou uma trilha sonora mais sutil – e menos insistente -, mas sobrou beleza. Pena que o primeiro capítulo tenha sido chato.