Entretenimento

Roberto Carlos emociona 400 mil em show

Da Redação ·
Roberto Carlos
fonte: Google Imagens
Roberto Carlos

Os acordes de Como É Grande O Meu Amor e É Preciso Saber Viver, sob a regência do maestro Eduardo Lages, denunciavam: Roberto Carlos entraria em instantes no imenso palco de 24 metros armado na praia de Copacabana, na zona sul do Rio, para o show promovido pela Riotur (Empresa de Turismo do Rio) e que virou o tradicional especial de fim de ano do Rei na TV Globo.

continua após publicidade

Às 21h47 deste sábado de Natal (25), vestindo azul e branco, o cantor surgiu na boca de cena para abrir o espetáculo com Emoções. Em coro, 400 mil fãs - de acordo com estimativa da pela Polícia Militar e quase um milhão pelos cálculos da Riotur - saudaram sua majestade da música. O Rei retribuiu o carinho dos súditos.

continua após publicidade

- É uma emoção incrível o que eu estou vivendo aqui hoje. É o meu maior presente de Natal.

continua após publicidade

Antes de emendar na segunda música, Além do Horizonte, Roberto Carlos se sentou num banquinho. E justificou logo a sua atitude.

- Não está dando para fazer o show todo em pé não. Há cinco anos eu ando de moto, mas não tenho mais 35 anos.

continua após publicidade

Segundo o R7 apurou, Roberto sofre um desgaste no joelho esquerdo por conta da paixão por duas rodas.

continua após publicidade

Depois de cantar Copacabana ("Quando vim para o Rio, meu sonho era morar em Copacabana, e morei um tempo aqui"), Te Amo, Te Amo, Te Amo, Amor Perfeito e Cama e Mesa, Roberto chamou a primeira participação especial da noite, a cantora Paula Fernandes, que mereceu elogios rasgados do Rei.

continua após publicidade

- Paula tem um estilo inconfundível e é, além de tudo, linda.

Com ela, o Rei apresentou o bloco Jovem Guarda do show, com Eu Te Adoro Meu Amor, Eu Sou Terrível, Eu Te Darei o Céu, Na Paz do Seu Sorriso, Meu Ciúme e Nossa Canção. Em momento solo, Paula soltou a voz em Tocando em Frente, de Renato Teixeira.

continua após publicidade

De volta, Roberto cantou Detalhes - em coro - e Lady Laura, música que escreveu em homenagem à sua mãe, morta em abril deste ano no Rio.

continua após publicidade

- Sempre cantei essa música com muita alegria. Não faço mais com tanta alegria, mas sim com muito amor e muita saudade.

Os sertanejos do Bruno e Marrone, aplaudidíssimos, vieram a seguir, para apresentar os sucesso Dormi na Praça e Desabafo.

continua após publicidade

Depois, foi a vez do bloco de sucessos, cantados em coro pelo público de 400 mil pessoas: Mulher Pequena, Proposta, Côncavo e Convexo, Como É Grande O Meu Amor e Todos Estão Surdos. Saidinho, o Rei explicou, para delírio da plateia que lotou a praia de Copacabana.

- Para mim, sexo e amor devem andar juntos. Foi assim que me atrevi e disse "Eu Te Proponho".

O samba encerrou o show, com a chegada do grupo Exaltasamba. Ao lado do Rei, o grupo cantou Tá Vendo Aquela Lua, Nega, Fugidinha e Além do Horizonte, de novo, com direito agora à bateria da Beija-Flor para o samba-enredo O Rei Na Beija-Flor, de Erasmo Carlos, que não venceu a disputa para a homenagem ao cantor no Carnaval 2011 na Sapucaí.

Depois foi a vez de Neguinho da Beija-Flor e a bateria de sua escola de samba cantarem o samba vencedor, Roberto Carlos, A Simplicidade De Um Rei.

A emoção deu o tom do penúltimo número: com um coral de 200 crianças carentes da Escola de Música da Rocinha, comunidade da zona sul do Rio, Roberto cantou Noite Feliz.

Jesus Cristo, em ritmo de samba na parte final e com o tradicional arremesso de rosas brancas e vermelhas, encerrou a noite de duras horas de pura emoção em Copacabana.