Entretenimento

Musical mais caro da história da Broadway não consegue estrear

Da Redação ·

O musical mais caro da história da Broadway nem estreou oficialmente ainda e já é um dos mais polêmicos. Um acidente no ensaio em Nova York feriu um ator que interpretava o Homem-Aranha.

continua após publicidade

Na imagem gravada por um espectador durante um ensaio, dá pra ver quando o cabo se rompe e o ator cai de uma plataforma, a aproximadamente 10 metros de altura.

Gritaria, pedidos de socorro e o dublê Christopher Tierney, de 31 anos, foi de ambulância para o hospital.

continua após publicidade

O musical Homem-Aranha tem orçamento equivalente a R$ 110 milhões, efeitos especiais e alta tecnologia.

Herói e vilões fazem lutas aéreas bem em cima dos espectadores, com atores presos apenas por cabos, como o que arrebentou na segunda.

A montagem do musical mais caro de todos os tempos na Broadway parece uma daquelas histórias em quadrinhos de arrepiar. O primeiro incidente foi há cinco anos: o produtor morreu de ataque cardíaco no exato momento em que assinava o contrato com os autores da trilha sonora: ninguém menos do que Bono e The Edge, do grupo U2.

continua após publicidade

Depois, problemas com orçamento e três acidentes já tinham adiado a estreia por mais de um ano. E mesmo na segunda, quando aconteceu o quarto acidente, era apenas um ensaio aberto ao público.

Há três semanas, a atriz Natalie Mendoza foi atingida na cabeça por uma corda. Na segunda, escreveu na internet: "Por favor, rezem comigo por meu amigo Chris. Meu super-herói".

O porta-voz do Hospital Bellevue informou que Christopher Tierney está gravemente ferido. Na porta do teatro, a informação de que a apresentação da noite desta terça foi suspensa.