Entretenimento

Holandeses criam celular que só serve para falar

Da Redação ·
 Criado para crianças e para gente que não gosta de muitos recursos em um celular, aparelho traz até agenda de papel
fonte: Divulgação
Criado para crianças e para gente que não gosta de muitos recursos em um celular, aparelho traz até agenda de papel

Designers holandeses criaram um celular que não acessa a internet, não tem câmera, games nem permite enviar ou receber SMS (mensagens de texto). Chamado de Telefone do João (John´s Telephone, em tradução livre), o aparelho só tem uma função: fazer e receber chamadas.

continua após publicidade

Os criadores dizem que o celular deverá fazer sucesso entre gente que não gosta de tecnologia e crianças que estão comprando seu primeiro celular.

continua após publicidade

Apelidado de o “celular mais simples do mundo”, o celular foi criado para usuários que não querem usar todas as ferramentas dos smartphones e vai custar R$ 185 (67 libras), revelou o jornal inglês DailyMail, nesta terça-feira (16).

continua após publicidade

Enquanto o iPhone faz e recebe chamadas, SMS e e-mails, oferece acesso à internet, possui mais de 150 mil aplicativos, permite ver filmes e vídeos, baixar músicas, tira fotos e faz vídeos, permite tuitar, possui navegação GPS e games... o celular do João só faz e recebe ligações telefônicas.

Fabricado por uma agência de publicidade holandesa chamada John Doe (Zé Ninguém, na gíria), o aparelho tem uma carcaça colorida e botões grandes que lembram um brinquedo infantil.

continua após publicidade

O manual do aparelho tem apenas uma página. Ao contrário dos smartphones que gastam muita bateria, os criadores do Telefone do João garantem que depois de uma única recarregada ela dura três semanas.

continua após publicidade

Até a agenda de telefones do aparelho é feita à moda antiga. Atrás de uma aba na parte traseira do aparelho, vem embutido um bloquinho de notas.

Veja algumas características do aparelho:

Peso: 95 g

Tamanho: 105 mm x 60 mm x 15 mm

Ringtones: apenas um, com três volumes

Tempo em espera: mais de três semanas