Entretenimento

Sonda se aproxima do núcleo do Hartley 2

Da Redação ·
 Foto foi tirada pela sonda Epoxi durante sua passagem pelo cometa Hartley 2, nesta quinta-feira (4); objetivo da missão é entender características específicas e a composição desse tipo de corpo celeste.
fonte: Handout/UMD/JPL-Caltech/Nasa/AFP
Foto foi tirada pela sonda Epoxi durante sua passagem pelo cometa Hartley 2, nesta quinta-feira (4); objetivo da missão é entender características específicas e a composição desse tipo de corpo celeste.

A sonda americana Epoxi se aproximou, nesta quinta-feira (4), a cerca de 700 km do núcleo em forma de amendoim do pequeno cometa Hartley 2, do qual obteve imagens surpreendentes, segundo mostrou a TV da Nasa, a agência espacial americana.

continua após publicidade

A maior aproximação ocorreu, conforme o previsto, por volta das 12h de Brasília. As aguardadas imagens do núcleo visto de perto começaram a chegar mais ou menos uma hora depois.

continua após publicidade

Esta é a quinta vez na história da astronomia que uma sonda se aproxima tanto do núcleo de um cometa para tirar fotos e fazer outras medições, disseram encarregados da missão.

continua após publicidade

Os cientistas esperam compilar uma grande quantidade de dados sobre o cometa para entender melhor as características específicas e a composição dessa classe de corpos celestes, que existem aos bilhões na periferia do Sistema Solar.

Os cometas, blocos de gelo misturados a outros materiais, resultantes da formação do Sistema Solar, há 4,5 bilhões de anos, bombardearam constantemente os planetas e satélites, como demonstram, por exemplo, as crateras da Lua.

continua após publicidade

Em entrevista à TV da Nasa, Ed Weiler, diretor dos programas científicos da agência espacial americana, disse que "os cometas são incrivelmente importantes (...) porque contêm materiais orgânicos, água, dióxido de carbono".

continua após publicidade

A sonda Epoxi (Observação Planetária Extrasolar e Investigação Estendida Impacto Profundo, em português) foi reciclada para essa missão depois de conseguir lançar um projétil sobre o cometa Tempel-1, em 2005, para coletar dados a partir do material desprendido no impacto. A Epoxi tem câmeras de média e alta definição e um espectrômetro.

continua após publicidade

O Hartley 2, um pequeno cometa descoberto por Malcolm Hartley em 1986, com ajuda de um telescópio Schmidt do observatório de Siding Spring, na Austrália, passa entre a Terra e o Sol a cada 6,46 anos.

Com sua cauda verde, o cometa - cujo núcleo mede 2,2 km - se aproximou em 20 de outubro a 18 milhões de quilômetros da Terra, o mais próximo que pode chegar do planeta.

Copyright AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados