Entretenimento

Foto mostra superfície do Sol coberta por 'tubos' ardentes

Da Redação ·
 Foto inédita mostra espículas em direção à mancha; fenômenos como esse duram cinco minutos e têm diâmetro de 500 km.
fonte: Reprodução
Foto inédita mostra espículas em direção à mancha; fenômenos como esse duram cinco minutos e têm diâmetro de 500 km.

A foto ao lado lembra um quadro do pintor holandês Van Gogh, mas é uma imagem em alta resolução de "tubos" chamados de espículas (jatos dinâmicos de 500 km de diâmetro) preenchidos por gases quentes que são expelidos a velocidades supersônicas pelo Sol.

continua após publicidade

Esta é a imagem com a maior qualidade obtida até hoje desses fenômenos que não duram mais que alguns minutos. As espículas estão em toda a foto e podem ser notadas convergindo para a mancha que está na parte inferior direita da imagem. A informação foi revelada nesta quarta-feira (3) pelo jornal inglês Daily Mail.

continua após publicidade

A imagem, que mostra apenas pequena parte da superfície do Sol (168 mil km2), foi capturada por Kevin Reardon, cientista espacial do Observatório Astrofísico de Arcetri, em Florença, na Itália.

continua após publicidade

Longe das espículas, os pequenos pontos redondos que aparecem na foto são uma espécie de assinatura das ondas sonoras que batem na cromosfera (atmosfera solar).

A qualquer momento, existem 60 mil a 70 mil espículas ativas no Sol. Cada uma delas chega a pouco mais de 8.000 km acima da superfície solar.

continua após publicidade

Imagens sequenciais mostraram recentemente que esses jatos duram só uns cinco minutos, começando como grandes tubos de gases que sobem rápido, e desaparecendo à medida que eles caem de volta na direção do Sol.

continua após publicidade

Os cientistas ainda não sabem dizer o que determina a criação e a dinâmica das espículas.

Reardon explicou que a foto mostra o que fica entre a fotosfera, onde são vistas as manchas solares, e a coroa, com seu arcos magnéticos esticados para fora.

Ele acrescentou que “é a cromosfera solar enigmática, a região da atmosfera solar onde os campos magnéticos começam a dominar, formando estruturas longas, finas e densas".