Entretenimento

Seria ótimo fazer musical em português, diz cantor do Green Day

Da Redação ·
O  trio de punk pop americano Green Day conversou com jornalistas em São Paulo na tarde desta quarta-feira (13) em São Paulo
fonte: Evelson de Freitas / AE
O trio de punk pop americano Green Day conversou com jornalistas em São Paulo na tarde desta quarta-feira (13) em São Paulo

O trio de pop punk Green Day conversou com jornalistas em São Paulo na tarde desta quarta-feira (13), antes de correr para o aeroporto para embarcar para Porto Alegre, onde o grupo se apresenta nesta noite no primeiro show de sua turnê brasileira.

continua após publicidade

Vestidos de preto, eles comemoraram a volta ao país, depois de 12 anos sem tocar no Brasil. "Lembro que foi muito intenso daquela vez", disse o vocalista Billie Joe Armstrong. "Não sei o que esperar, mas acho que esses shows serão como uma celebração para nós, afinal são as últimas apresentações da turnê", contou, prometendo tocar todos os hits da banda em shows que podem chegar a três horas.

Ele também afirmou que o musical que estreou em abril deste ano na Braodway, baseado no álbum "American idiot" de 2004, tem sido bem sucedido, e sugeriu até uma versão nacional para a peça. "Seria ótimo se pudéssemos traduzir o musical e trazer os artistas para o Brasil", imaginou o cantor.

continua após publicidade

Depois do show em Porto Alegre, o grupo ainda passa pelo Rio de Janeiro na sexta-feira (15), Brasília no domingo (17) e termina a turnê em São Paulo no dia 20. Armstrong contou que as apresentações estão sendo gravadas para um lançamento posterior. "Vamos juntar um pouco de cada país", afirmou.

Perguntado sobre seus planos para o futuro, com o fim da turnê do disco "21st century breakdown", o cantor disse que espera "fazer música até morrer". "Não consigo me imaginar pensando em outra coisa", explicou.

Green Day no Brasil

continua após publicidade


Rio de Janeiro
Quando: sexta-feira (15), às 22h
Onde: HSBC Arena (Avenida Embaixador Abelardo Bueno, 3401)
Quanto: entre R$ 100 e R$ 300, com direito a meia-entrada

Brasília
Quando: domingo (17), às 21h
Onde: Ginásio Nilson Nelson
Quanto: entre R$ 200 e R$ 340, com direito a meia-entrada

São Paulo
Quando: 20 de outubro, às 22h
Onde: Arena Anhembi - Av. Olavo Fontoura, 1.209,
Quanto: entre R$ 180 e R$ 250 (com direito à meia-entrada)