Entretenimento

Com samba rejeitado, Erasmo Carlos diz que era brincadeira

Da Redação ·
 Erasmo Carlos fala sobre samba enredo durante lançamento do Vinil "Rock´N`Roll" em São Paulo
fonte: AgNews
Erasmo Carlos fala sobre samba enredo durante lançamento do Vinil "Rock´N`Roll" em São Paulo

O cantor Erasmo Carlos declarou que a inscrição da letra de samba-enredo para o concurso da Beija-Flor de Nilópolis, que vai homenagear seu companheiro de Jovem Guarda, Roberto Carlos, no carnaval de 2011, não passou de brincadeira.
 

continua após publicidade

"Jamais tive intenção de entrar na disputa", disse o "tremendão" à Folha nesta segunda-feira. "Meu negócio é rock. Essa coisa toda cresceu muito e eu quero seguir em paz fazendo as minhas coisas."
 

Ele explicou que não tinha intenção de levar a disputa a sério, tanto que já havia prometido que aos sambistas da escola que se ganhasse, não aceitaria o prêmio em dinheiro oferecido pela Beija-Flor. "Carnaval para mim é ver mulatas gostosas na televisão", explicou o cantor.


Os outros compositores da letra são Eduardo Lages e Paulo Sérgio Valle. Para participar do concurso, o samba foi gravado em estúdio por 20 músicos e competiu com outras 90 composições. O custo da gravação de cada um é estimado em R$ 20 mil, de acordo com informações da coluna Mônica Bergamo.
 

continua após publicidade

O título do enrendo oficial sugerido pela Beija-Flor é "A Simplicidade de um Rei". A final das eliminatórias está marcada para 14 de outubro, na quadra da escola, e Roberto Carlos já confirmou presença.
 

Erasmo veio a São Paulo esta semana para lançar uma versão de seu último álbum "Rock'n'Roll" em vinil. Quinhentas cópias numeradas foram prensadas pela gravadora Coqueiro Verde, selo do cantor, em edição especial para colecionadores. "Temos um carinho especial com este público amante do formato antigo", disse.