Mais lidas
Entretenimento

Bianca Bin fala sobre ritual que usa sangue menstrual e convida seguidoras

.

O sofrimento de Clara (Bianca Bin), é ilustrado por cenas metafóricas em
O sofrimento de Clara (Bianca Bin), é ilustrado por cenas metafóricas em "O Outro Lado do Paraíso" Imagem: Raquel Cunha/Globo

Bianca Bin fez um convite para suas seguidores nesta quarta-feira (3). Ela compartilhou publicações por meio do recurso Instagram Stories, que falam sobre o ritual "Plante sua Lua", no qual a mulher coleta seu sangue menstrual para depositar em um jardim, sobre as plantas ou a própria terra, e convidam mulheres a participarem. 

Em uma entrevista recente à revista "Glamour", Bianca já havia revelado que é adepta da prática: "Plantar a lua é devolver o sangue para a terra. Uso o coletor menstrual e coloco o sangue nas plantas, diluído em água. É uma forma de fechar o ciclo. Isso mudou minha relação com meu corpo e com me entender mulher. O universo é uma grande potência feminina e é com essa força que busco me conectar sempre", contou. 

Bianca Bin compartilhou postagens que descrevem o ritual "Plante sua Lua"Imagem: reprodução/InstagramNas postagens compartilhadas pela protagonista de "O Outro Lado do Paraíso" em sua rede social, o ritual é descrito como um "exercício muito simples, porém pode ser extremamente poderoso, curador e profundo a todas mulheres". A finalidade do "Plante sua Lua" é oferecer o sangue de forma simbólica, fazendo o momento sacro, ao mesmo tempo em que a mulher reafirma suas intenções.

Segundo explica o site DanzaMedicina, citado por Bianca, é possível coletar o sangue utilizando coletores e bioabsorventes. O sangue pode ser entregue também diretamente a uma planta específica, que tenha um significado especial para a pessoa.

"Durante sua lunação, pare por alguns instantes, se retire, entre em um estado de silêncio e quietude...Avaliando internamente o ciclo que passou. Perceba os padrões negativos, as crenças limitantes, os hábitos que não lhe servem mais e tudo aquilo que se encontra estagnado em sua vida", descreve a terapeuta corporal Morena Cardoso na página em questão.

A profissional diz ainda que junto com o sangue, é importante entregar também todas as impressões negativas que se carrega a respeito da mulher, ao lado de lembranças de abortos, maus tratos, abusos, traumas e violência.

Fonte: tvefamosos.uol.com.br

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber