Entretenimento

Meryl Streep rebate crítica de atriz assediada por Weinstein

Da Redação ·
Meryl Streep rebate crítica de atriz assediada por Weinstein
Meryl Streep rebate crítica de atriz assediada por Weinstein

Com o lançamento e as boas críticas para o filme "The Post", Meryl Streep, 68, deve ser (de novo) nome fácil na temporada de tapetes vermelhos e cerimônias de premiação que se aproximam.

continua após publicidade

E a atriz já avisou como deve se manifestar contra o produtor Harvey Weinstein, acusado por várias atrizes de assédio sexual no maior escândalo da indústria de entretenimento em 2017: vai usar preto.

No entanto, a vencedora do Oscar por "A Dama de Ferro" precisou vir a público para rebater críticas feitas por Rose McGowan, uma das vozes mais ativas nas denúncias contra Weinstein.

continua após publicidade

Em seu perfil no Twitter, McGowan comentou que "Atrizes como Meryl Streep, que trabalharam com alegria para o 'Porco Monstruoso' vestirão preto no Globo de Ouro em um protesto em silêncio. O seu silêncio é o problema (...). Desprezo a hipocrisia de vocês. Talvez vocês devessem usar Marchesa [referência à grife da agora ex-mulher de Weinstein]".

Ao ser questionada por jornalistas, Streep respondeu que "não estava em silêncio deliberativo. Eu não sabia. Eu não aprovo estupro. Eu não gosto que jovens garotas sejam assediadas."

A veterana atriz contou ainda que tentou ligar para McGowan para expressar sua solidariedade a ela, mas não conseguiu contato. Rose McGowan já apagou a mensagem na rede social.