Mais lidas
Entretenimento

‘A fazenda’: ex-BBBs Flávia, Marcos e Matheus sabem hoje quem fica com R$ 1,5 milhão

.

Ex-BBB's disputam hoje a final do reality da Record Foto: Fotos de Divulgação
Ex-BBB's disputam hoje a final do reality da Record Foto: Fotos de Divulgação

A temporada de “A fazenda — Nova chance” chega ao fim hoje dando uma oportunidade a Flávia, Marcos ou Matheus de se tornarem novos milionários com o prêmio de R$ 1,5 milhão. Em uma edição formada por ex-participantes de diversos realities da TV, uma coincidência entre os finalistas: todos saíram do “Big Brother Brasil”. Para Roberto Justus, apresentador do programa, isso é um mero acaso.

— Um dos desafios da produção era surpreender os participantes, independentemente do reality de que vieram. Além disso, essa fazenda era fisicamente diferente, tudo era novidade. O que torna um participante finalista é o estilo de encarar o jogo, a capacidade de ficar confinado, ganhar provas, e, principalmente, conquistar o público — avalia.

Até aqui, Matheus foi o único a não testar a preferência dos telespectadores, já que nunca foi para a roça. Na final com Flávia e Marcos, no entanto, deve ser coadjuvante. O médico e a atriz foram grandes rivais na competição e têm esquentado as redes sociais, dividindo as torcidas.

“Infelizmente, votar no Matheus é jogar voto fora (ou deixar o Marcos ganhar), então, vamos de Flávia”, escreveu @fanzacoreality. “Lembrem do Marcos expulso, lembrem do que não só ele, mas todos nós passamos. E votem porque a gente merece essa justiça”, postou @RafaellaWaldorf. “Chegou a hora de fazer uma mulher sensata, justa, guerreira, empoderada e que tem um coração enorme ganhar a ‘Fazenda’. Falta pouco pra realizar o sonho dela, só depende de nós”, publicou @dolfoda.

Justus pondera e lembra que não dá para prever o resultado de hoje à noite: — Flávia e Marcos são dois participantes que têm personalidade forte, chamam mais atenção, mas não quer dizer que eles vençam. Num reality, sempre tem os que não são protagonistas e ganham, atropelam — diz Justus.

Mesmos erros
Para o apresentador, o fato de a edição ter sido feita com candidatos que já viveram um confinamento não tornou o programa menos surpreendente. — Você imagina que o cara vai voltar e fazer coisas diferentes, mas ele comete os mesmos erros. A emoção e a pressão faz com que eles ajam como estreantes — avalia.

Fonte: Leonardo Ribeiro/Extra

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber