Mais lidas
Entretenimento

Paraense é acusada de usar silicone e vencedora dá tapa na cara de homem

.

Paraense é acusada de usar silicone e vencedora dá tapa na cara de homem
Paraense é acusada de usar silicone e vencedora dá tapa na cara de homem

A final do Miss Bumbum 2017, realizada na segunda-feira (06), em São Paulo, foi marcada por confusões. A representante do Rio de Janeiro (que não se classificou para a etapa final) acusou a participante do Pará, Andressa Prata, de ter colocado silicone no bumbum, o que não é permitido pelas regras do concurso.

A acusação gerou saia justa, e obrigou a direção do evento a fazer até mesmo um raio-x no bumbum de Andréa Prata, dona do maior quadril com 107 cm. “[Após o raio-x], eles viram que não tinha nada [de silicone] e que o bumbum é meu mesmo”, disse a paraense, que ganhou o título de Miss Simpatia.

Após raio-x, Andressa Prata provou que seu bumbum é “original” mesmo. Foto: Divulgação

A grande vencedora da noite foi a representante do Amazonas, Rosie Oliveira, de 28 anos, eleita a Miss Bumbum 2017. Com 100 cm de quadril, a modelo superou Raíssa Barbosa, do Acre, e Jane Ferreira, de Pernambuco, que ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Em entrevista ao portal UOL, Rosie contou que, pouco antes do concurso, o marido lhe deu um ultimato e a mandou escolher entre ele ou a carreira. “Eu me separei para disputar o concurso. Ele me mandou escolher, mas eu já tinha feito a inscrição. Não me arrependo da escolha”, afirmou.

A agora eleita Miss Bumbum confirmou que recebeu uma proposta da revista Playboy, mas que ainda não tem nada decidido. “Tenho a proposta, mas ainda não fechei nada”, disse ela, que não quis informar o valor do cachê oferecido pela publicação. Foto: Divulgação

Jornalista por formação, Rosie também é engajada em questões que envolvem a política nacional e preocupada com o futuro do país. “Quero que a política no Brasil melhore, que possamos ter tranquilidade e garantir a saúde, educação e segurança a todos”, avaliou ela.

Em 2016, o prêmio foi conquistado pela representante da Bahia, Érika Canela. Ela foi a primeira candidata negra a vencer o Miss Bumbum.

Assédio e confusão

Após o anúncio do resultado, a modelo passou por um situação no mínimo constrangedora: enquanto posava para fotos, um homem – com copo de cerveja na mão e aparentemente alcoolizado – se aproximou dela e passou a mão em seu bumbum. Rosie não pensou duas vezes, virou as costas e acertou o tapa no rosto do homem – que não teve a identidade revelada.

“O que ele fez é machismo e é exatamente isso que eu quero combater. Não é porque eu sou Miss Bumbum que posso ser desrespeitada”, reclamou a modelo, após o episódio.



×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber