Entretenimento

Belo diz que é inocente e que nunca usou droga ou álcool

Da Redação ·
 “Não devo mais nada a ninguém, nem à sociedade", diz
fonte: Abril
“Não devo mais nada a ninguém, nem à sociedade", diz

Em 2002, Belo foi preso sob a acusação de tráfico de drogas. Depois de cumprir sua pena de oito anos, parte dela em regime fechado, hoje o cantor já não tem mais pendências com a Justiça. E é como homem livre que ele conversou pela primeira vez sobre a prisão, em entrevista a Leo Dias, do jornal “Extra”.

continua após publicidade

Depois de dizer que tem a consciência limpa – “não devo mais nada a ninguém, nem à sociedade” - Belo afirmou que não teve nenhuma regalia na cadeia e que é inocente. O cantor afirma que nunca se envolveu com drogas, nem mesmo como usuário. “Sabe o que você pode colocar? Que eu fui preso por um crime, por tráfico de drogas, sem nunca ninguém ter me prendido com droga, sem eu nunca ter usado droga”, diz.

Belo afirma que também nunca chegou perto da bebida. Tudo porque seu pai era alcoólatra. “Meu pai bebia muito, ele morreu de cirrose hepática, aos 57 anos. Era muita pinga. Meu filho tinha acabado de nascer, eu estava com 17 anos. Depois que vi a maneira como ele morreu, decidi não chegar perto de álcool”, diz.

continua após publicidade

Sobre o tempo que passou na cadeia, o cantor diz ter sido muito difícil, mas que o sucesso de suas músicas no rádio é que o animaram. “No primeiro mês, fiquei muito confuso. Estava vivendo no céu e, de um dia para o outro, fui parar num lugar em que nunca imaginei que poderia estar. Pensei: ‘Pô, não vou mais voltar a cantar, acho que vai acabar a minha vida agora.’”, lembra.