Entretenimento

Cantora alemã é julgada por esconder HIV de amante

Da Redação ·

A cantora alemã Nadja Benaissa reconheceu em um tribunal alemão hoje que fez sexo inseguro apesar de saber que era portadora do vírus HIV. Integrante da banda feminina No Angels, Benaissa é acusada de grave dano físico por supostamente ter infectado um parceiro com o vírus em 2004, além de ter tentado prejudicar outros homens ao fazer sexo sem segurança.

continua após publicidade

"Eu lamento profundamente", disse ela em comunicado lido por seu advogado no tribunal administrativo de Darmstadt. "De formal alguma eu queria que meu parceiro fosse infectado."

continua após publicidade

A vítima que diz ter sido infectada por Benaissa afirma que eles tiveram um relacionamento de três meses no início de 2004 e que ele fez o exame depois que uma tia da artista ter perguntado, em 2007, se ele sabia que a cantora era HIV positivo. A acusação diz que Benaissa, de 28 anos, sabia que tinha o vírus desde 1999.

A cantora foi detida em abril de 2009 e mantida sob custódia por dez dias, medida considerada desproporcional pelo grupo alemão AIDS-Hilfe, que alegou que seus parceiros também têm sua parcela de responsabilidade. Benaisa passou a integrar a No Angels em 2000 por meio do programa de televisão "Popstars". O grupo vendeu mais de 5 milhões de CDs antes de se separar, em 2003. Ela ajudou a remontar a banda em 2007 com outras três integrantes.