Entretenimento

Prefeitura apreende mercadorias de 200 ambulantes

Da Redação ·

ANTONIO C. DOMINGUEZ E GUILHERME ZOCCHIO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo apreendeu, nesta sexta-feira (20), a mercadoria de mais de 200 vendedores ambulantes na região da praça da Sé. Eles não estavam cadastrados para comercializar nos eventos do happy hour, espécie de esquenta de abertura para a Virada Cultural.
A informação foi confirmada por Flávio Rodriguez Lopes, fiscal da subprefeitura da Sé. Ele contou que as apreensões da gestão municipal começaram às 14h para impedir o comércio de ambulantes que não estivessem regularizados.
Após ter mercadorias apreendidas e lacradas, José Bonifácio, 54, disse que teve prejuízo de pelo menos R$ 200. Era a primeira vez que ia trabalhar na Virada.
O ambulante costumava trabalhar como salgadeiro e está desempregado. Diz que vende os produtos para complementar a renda que recebe do seguro-desemprego. "Não é porque recebo que vou ficar parado. Tenho minhas contas para pagar", afirmou.
Em 2013, a Polícia Militar e a prefeitura intensificaram as fiscalizações em eventos como a Virada com o objetivo de coibir a venda de vinhos químicos, que, pode causar problemas de saúde, como convulsões e parada respiratória.
Antes de ter os produtos apreendidos, Bonifácio vendia refrigerantes, água e cerveja. "Agora vou fazer o quê? Entendo. Não sou de brigar", declara.

continua após publicidade