Mulheres sondadas pelo governo Temer recusam secretaria da Cultura - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Entretenimento

Mulheres sondadas pelo governo Temer recusam secretaria da Cultura

Escrito por Folha Press
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Duas mulheres reconhecidas no meio cultural usaram as redes sociais para dizerem ter recusado enfaticamente sondagens para a Secretaria Nacional de Cultura, órgão criado pelo presidente interino Michel Temer após a fusão dos ministérios de Cultura e Educação.
Ex-secretária nacional de Economia Criativa da Cultura, a antropóloga Cláudia Leitão (CE) disse em suas redes sociais ter respondido com um "sonoro não" uma sondagem de aliados do presidente interino Michel Temer para comandar a Secretaria Nacional de Cultura, estrutura que cuidará da área dentro do Ministério da Educação.
CLAUDIA LEITÃO
Cláudia foi secretária de Cultura do Ceará na gestão de Lúcio Alcântara (2003-2007), quando o político ainda estava no PSDB. Ela atuou no extinto ministério durante a gestão de Ana de Hollanda, de 2011 a 2013, no primeiro governo Dilma Rousseff.
A antropóloga é a segunda mulher com destaque no meio cultural que usa as redes sociais para dizer que se recusou a conversar com emissários do presidente interino.
Consultora de projetos culturais e coordenadora de curso de pós-graduação da FGV (Fundação Getúlio Vargas), Eliane Costa também escreveu ter sido sondada e disse ter respondido que não trabalha para "governo golpista" e que não será "coveira do Minc".

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Mulheres sondadas pelo governo Temer recusam secretaria da Cultura"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.