Entretenimento

Ocupação do prédio da Funarte contra Temer ganha apoio de estudantes

Da Redação ·

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Na noite desta segunda (16), cerca de 200 pessoas realizaram um ato em favor da ocupação do Palácio Capanema, sede da Funarte e de outros órgãos do Ministério da Cultura no Rio.
Eles pediam a saída do presidente em exercício Michel Temer e a volta do Ministério da Cultura. "Temer traidor. Aqui está o povo sem medo, sem medo de lutar", gritavam os manifestantes.
Desde a tarde desta segunda, manifestantes ocuparam o prédio, que estava fechado à noite. Os participantes da ocupação convocavam os manifestantes para entrarem no palácio na manhã desta terça.
O ato teve início do começo da noite, depois que os manifestantes —estudantes, na maioria— realizaram uma assembleia na Lapa, bairro do Centro próximo ao palácio. Em seguida, partiram para o Capanema, parando ainda em frente à sede da Firjan (Federação das Indústrias do Rio) para protestar.
A manifestação durou cerca de três horas e foi encerrada por volta das 21h30.

continua após publicidade