Morre escultor do revólver com cano amarrado em um nó, símbolo da paz - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Entretenimento

Morre escultor do revólver com cano amarrado em um nó, símbolo da paz

Escrito por Folha Press
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O artista sueco Carl Fredrik Reuterswärd, escultor do revólver com o cano amarrado em um nó exposto na sede da ONU em Nova York, morreu aos 81 anos, informou a Prefeitura de Landskrona (cidade do sul da Suécia), onde ele morava.
Reuterswärd, que sofreu um acidente vascular cerebral em 1989, morreu nesta terça-feira (3), segundo Kjell Thoresson, secretário de Cultura do município, cujo museu abriga uma exposição permanente de suas obras.
O artista criou o Colt Magnum 357 com o cano amarrado em um nó como símbolo da paz, após o assassinato em Nova York de seu amigo John Lennon, morto a tiros em 8 de dezembro de 1980 por Mark Chapman.
Luxemburgo, que adquiriu uma das primeiras versões da escultura, doou a peça em 1988 às Nações Unidas. Há outras versões da obra na Alemanha e Suécia.
Reuterswärd estudou pintura em Paris nos anos 1950 e foi professor na Academia de Belas Artes de Estocolmo entre 1965 e 1969. Ele também foi professor convidado na Escola de Artes de Minneapolis e, em 1986, recebeu a medalha sueca Prince Eugen de pintura.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Morre escultor do revólver com cano amarrado em um nó, símbolo da paz"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.