Entretenimento

Estilista Patrícia Viera usa retralhos de couro antigos para falar de Cuba

Da Redação ·

GIULIANA MESQUITA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A estilista Patrícia Viera, conhecida pelos seus trabalhos com couro, quebrou o pé semanas antes de começar a criar sua coleção para este verão, apresentada na programação da São Paulo Fashion Week.
Com o acidente, não pôde viajar ao sul, onde produz seu couro, para checar se o trabalho estava sendo feito da maneira que imaginava. Decidiu então visitar seu acervo de retalhos de outras temporadas para criar essa coleção.
"Nunca vendi ou doei as rebarbas que sobravam", conta, na casa de Maria Alice Solimene, dona de um serviços de buffet mais famosos de São Paulo.
Com Cuba como tema, explorou suas flores, ladrilhos e tropicalidade em couro recortado e bordado em vestidos longos de tule, saias em A e tops de alças finas. O trabalho com laser, famoso na carreira de Viera, também apareceu.
Apesar da inspiração, a estilista diz estar 100% envolvida no momento político que o país vive e até combinou as cores da bandeira em um dos "looks". "Nós somos a indústria e temos que nos envolver. Tive que me posicionar", explica a estilista, que se diz apaixonada por Sérgio Moro e disposta a "lutar para mudar o Brasil."

continua após publicidade