Entretenimento

Brasileiro 'O Menino e o Mundo' perde Oscar para 'Divertida Mente'

.

Cena do filme "O Menino e o Mundo", que não levou o Oscar
Cena do filme "O Menino e o Mundo", que não levou o Oscar

 O Brasil bateu na trave mais uma vez. A animação nacional "O Menino e o Mundo", do diretor paulista Alê Abreu, perdeu o Oscar para "Divertida Mente", megaprodução dos estúdios Pixar dirigida por Peter Docter que era a favorita na categoria.

A premiação ocorreu na noite deste domingo (28), em Los Angeles.

O filme de Abreu, sobre um garoto que sai à procura do pai em meio a um mundo fantástico, era a única chance do país nesta edição do maior prêmio do cinema. O Brasil, que já foi indicado quatro vezes na categoria de melhor filme estrangeiro, nunca levou a estatueta.
Na categoria de animação concorreram também "Shaun, o Carneiro", "Anomalisa" e "Quando Estou com Marnie".

Após sair a indicação, em janeiro, Abreu chegou a comentar que a disputa de sua obra contra o desenho da Pixar era de "Davi contra Golias". "Será o menino de US$ 500 mil contra o gigante de US$ 175 milhões", disse o diretor de 44 anos, comparando o orçamento de ambos os filmes.
O vencedor. "Divertida Mente", produzido pelos mesmos estúdios por trás de "Toy Story", "Monstros S.A." e "Procurando Nemo", personifica as emoções vividas por uma pré-adolescente: Alegria, Tristeza, Medo, Raiva e Nojinho disputam pelo controle do que se passa dentro da cabeça da garota Riley.

"O Menino e o Mundo" é um desenho de linguagem artesanal, com técnica que mistura giz de cera e caneta Bic e tem o rapper Emicida na trilha sonora. O filme, que colheu 44 troféus internacionais, incluindo os prêmios do júri e do público no Festival de Annecy, na França, o mais importante da animação.