Mais lidas
Entretenimento

Sem verba, festival Mimo cancela etapa de Olinda, cidade onde foi criado

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Criado em Olinda, o festival Mimo, de música instrumental, cancelou sua passagem pela cidade pernambucana neste ano por falta de verbas.
A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (22) em comunicado oficial. Os diretores do evento, Lu Araújo e Luiz Calainho, afirmam que a 12ª edição do festival foi inviabilizada pela dificuldade na arrecadação de recursos da iniciativa privada, a "irrefreável disparada" do dólar e do euro e a falta de apoio do governo de Pernambuco.
Segundo eles, esses fatores levaram a um corte de cerca de 50% na captação de 2015, em comparação ao ano anterior. O festival tem patrocínio do Bradesco e do BNDES.
"Fizemos todos os esforços para atravessar a crise econômica que o Brasil enfrenta. Até os últimos dias da semana passada, lutamos para evitar esta medida drástica", dizem, em nota.
A etapa do festival em Olinda foi inicialmente programada para setembro e adiada para novembro no intuito de dar mais tempo à produção para o levantamento de recursos.
Este ano, o festival já passou por Paraty (RJ), Ouro Preto (MG) e Tiradentes (MG). A edição na capital fluminense está confirmada para os dias 13, 14 e 15 de novembro.
A produção informou que, em Olinda, o evento acontecerá em 2016 entre 7 e 10 de setembro.
O Mimo surgiu em 2004, com concertos no interior das igrejas do Centro Histórico de Olinda. Desde então, o festival aumentou a programação e se expandiu para pátios das igrejas, teatros e praças públicas de outras cidades brasileiras.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber