Mais lidas
Entretenimento

Netflix está em negociação para reviver 'Gilmore Girls'

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de "Arrested Development" e "Fuller House", é a vez da Netflix reviver "Gilmore Girls". A popular série do canal Warner Bros (atual CW) durou sete temporadas entre 2000 e 2007 e contava a história das Gilmore, mãe (Lauren Graham) e filha (Alexis Bledel).
Segundo a revista americana "Variety", o site de streaming está em negociação com a Warner Bros e com a criadora da história, Amy Sherman-Palladino. A ideia é produzir quatro novos episódios de 90 minutos. A Netflix e a Warner não confirmaram a informação.
A trama, já exibida no Brasil pelo SBT e MTV, narra a relação de amizade entre mãe e filha e o cotidiano no pequeno povoado fictício de Stars Hollow, em Connecticut. Diálogos rápidos, com poucas pausas, e frequentes referências à cultura popular e política eram marcas da série.
De acordo com o site "TVLine", se concretizada, a nova temporada deve mostrar um salto de oito anos no tempo. Além das protagonistas, Kelly Bishop (Emily Gilmore) e Scott Patterson (Luke Danes) devem retornar.
Mais que um presente aos fãs, os novos episódios serão uma chance de Amy concluir o programa como o idealizou. Ela deixou "Gilmore Girls" antes da temporada derradeira. Em entrevista à "Entertainment Weekly" em 2009, disse nunca ter assistido ao fim da série.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber