Entretenimento

Aberta ao público, feira de Frankfurt é tomada por adeptos do cosplay

Da Redação ·
Aberta ao público, feira de Frankfurt é tomada por adeptos do cosplay
Aberta ao público, feira de Frankfurt é tomada por adeptos do cosplay

SILVIA BITTENCOURT
FRANKFURT, ALEMANHA (FOLHAPRESS) - No primeiro dia aberta ao público, a Feira de Livros de Frankfurt foi tomada por milhares de adeptos de um hobby curioso: o "cosplay" ou "costume play", que é a representação de personagens por seus fãs. Milhares de jovens e adultos circularam pelos pavilhões de feira, vestidos de elfos, fadas e cavaleiros. 

continua após publicidade

Eles traziam perucas, maquiagem e lentes de contato coloridas, carregavam lanças ou varinhas de condão e vestiam-se como os heróis de livros e filmes fantásticos ou histórias em quadrinhos. 

Os "cosplayers" lotaram sobretudo o térreo do pavilhão 3, voltado para a literatura infantojuvenil traduzida para o alemão. Lá amontoavam-se os fãs de literatura fantástica ou ficção científica, como "O Senhor dos Anéis" e "Guerra nas Estrelas". Este último até foi tema de um "poetry slam" -competição na qual os concorrentes leem seus poemas para o público. 

continua após publicidade

Em maior número, porém, estavam os personagens dos mangás, os quadrinhos japoneses, que por sua vez inspiraram os animes, os desenhos animados do país. Só na Alemanha, milhares de fãs estão reunidos em associações, que promovem encontros e competições em grandes eventos, como a Feira de Frankfurt neste fim de semana. 

As alemãs Charlotte, 24, e Lea, 23, vieram do Sul do país. Com suas fantasias, afirmaram, faziam uma homenagem aos "pokemons", personagens de de animação japonesa. Segundo elas, os "cosplayers" -muitos já na casa dos 30 anos- passam semanas ou meses fazendo suas fantasias. "Pega mal quem compra pronta."
O mercado de quadrinhos japoneses cresceu na Alemanha, cerca de 60 por cento em cinco anos, e lideram as vendas no setor. Bem atrás estão os desenhistas alemães Flix e Ralf Koenig, os mais conhecidos do país.
O maior sucesso hoje, entretanto, ficou por conta de dois franceses: o desenhista Didier Conrad e o autor Jean-Yves Ferri vieram à Feira lançar o 35° número da série Asterix, "Asterix entre os Pictos". No início da tarde deste sábado (17), a fila de autógrafos dava voltas pelos estandes da editora alemã Egmont, uma das maiores para quadrinhos.