Entretenimento

Toninho Cerezo e o sucesso na moda do filho transexual, Lea T

Da Redação ·
 Ele conquistou o mundo fashion da Europa e hoje estrela a nova campanha da grife Givenchy
fonte: Reprodução
Ele conquistou o mundo fashion da Europa e hoje estrela a nova campanha da grife Givenchy

Morena, alta, com cabelos longos e olhar marcante e sensual. Poderia estar falando de qualquer mulher. Mas trata-se de Lea T., muito conhecida no meio da moda na Itália. Terça-feira, a coluna "Retratos da vida" revelou que Lea, na verdade, é transexual e se chama Leandro Cerezo. É filha do ex-jogador de futebol Toninho Cerezo, hoje técnico do Sport-Recife. A história do menino mineiro que conquistou o mundinho fashion da Europa e hoje estrela a nova campanha da grife Givenchy ganhou repercussão em todo o país.

continua após publicidade

A casa de Lea, de sua mãe, Rosa Helena Medeiros, e dos irmãos Gustavo, Lorena e Luana no Brasil — eles moram na Itália — fica em um dos bairros mais nobres de Belo Horizonte. A residência de três andares, com quadra de basquete e futsal na frente, chama a atenção pela grandiosidade. Dona Rosa, que vem frequentemente ao país, não quis falar com o EXTRA sobre o assunto. Segundo a empregada da casa, Maria Aparecida Souza, Lea é uma pessoa adorável.

— Ele (Leandro, nome de batismo de Lea) é maravilhoso, um amor de pessoa e muito gentil. É querido por todos da família. Quando cheguei aqui, não perguntei nada sobre a opção sexual dele — contou Maria, garantindo que não tem preconceito: — Tudo foi natural e nunca fiz diferença entre eles.

continua após publicidade

Relação distante

A modelo e Cerezo não cultivam relação próxima. O treinador não aceita sequer comentar sobre o assunto. Segundo a própria Lea em entrevista à edição italiana da revista "Vanity Fair", em junho, eles jamais conversaram sobre sua opção sexual:

"Nunca falei uma palavra com ele disso. Ele e minha mãe são separados. Meu pai vive com outra mulher, que eu nem conheço. De vez em quando, falo com ele por telefone e nós nos vemos uma vez por ano".

continua após publicidade

A empregada confirma que pai e filho pouco se veem, mas sustenta a versão de que se dão bem. Na entrevista, Lea confessou que sentiu a distância do pai:

— Cresci em ambiente muito feminino. Meu pai vivia trabalhando: eu morava só com minha mãe, irmã, avó e tia. Não tive ideal masculino em que pudesse me espelhar. Papai, quando chegava em casa, me olhava e dizia notar algo que não ia bem comigo. 

Hoje, Lea pode contar com o apoio do irmão, Gustavo:

continua após publicidade

— Não falaremos mais sobre essa história. Não queremos nos expor. Quem faz sucesso é a Lea e não a família. Só digo que estamos ao lado dela e a apoiamos. É isso.


Lea T., ou melhor, Leandro Cerezo não foi parar no comercial da Givenchy por acaso. Conhecido — e reconhecido — no mundo da moda devido a seu trabalho como estilista, Leandro tornou-se uma das pessoas mais próximas a Riccardo Tisci, estilista da grife Givenchy. Há quem diga que os dois são muito mais que meros amigos. Tanto é que o "T" no sobrenome seria por conta do estilista da grife francesa. E quando surgiu a ideia de uma nova campanha publicitária com modelos andrógenos, o nome de Lea T. veio bem a calhar.

O EXTRA entrou em contato com a grife Givenchy em busca de uma entrevista com o filho de Cerezo e a resposta foi que não havia interesse dele em dar declarações à imprensa brasileira. Mas, em junho, Leo falou com a "Vanity fair" italiana e revelou a intenção de fazer uma operação de mudança de sexo. O jornalista perguntou, então, se ele discutiu com os pais sobre o assunto. Veja a resposta: "Eu sei que tenho pela frente uma construção vaginal, o que não é realmente uma vagina. E sei que, com os documentos confirmando que eu sou uma mulher, a minha vida ficará mais fácil. A escolha agora é entre ser infeliz para sempre ou tentar ser feliz."