Entretenimento

R.E.M. condena uso de música da banda por Donald Trump

Da Redação ·
Imagem: Reprodução/google - www.idifusora.com.br
Imagem: Reprodução/google - www.idifusora.com.br

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A banda americana R.E.M. publicou em sua página oficial no Facebook, um comunicado condenando o uso de sua música "It's the End of the World" pelo bilionário Donald Trump, que atualmente disputa as prévias para concorrer à presidência americana em 2016 pelo Partido Republicano. 

continua após publicidade


Na postagem, o grupo afirma que, embora peça que "esses candidatos parem" de utilizar suas músicas, o público deve "lembrar que há coisas de maior importância em jogo aqui. A mídia e o eleitor americano devem focar no plano maior, e não deixar políticos cínicos nos distraírem das questões do dia e da campanha presidencial corrente". 


Donald Trump, que já defendeu o fim da cidadania americana compulsória para filhos de estrangeiros nascidos em solo americano, e causou polêmica ao insinuar, em um debate, que a mediadora Megyn Kelly estaria "agressiva" por estar menstruada, usou a música do R.E.M. para subir ao palanque em um evento do movimento ultraconservador Tea Party, nesta quarta. 

continua após publicidade


Em junho, Neil Young criticou Trump por ter usado "Rockin' In The Free World" no lançamento de sua candidatura à presidência.