Entretenimento

Em 1ª entrevista ao vivo em dez anos, Morrissey diz estar curado de câncer

Da Redação ·
Morrissey, ou apenas Moz, soube dosar a mescla de hits e novidades - Foto: Arquivo
fonte: Divulgação
Morrissey, ou apenas Moz, soube dosar a mescla de hits e novidades - Foto: Arquivo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Morrissey deu sua primeira longa entrevista ao vivo em dez anos na noite de terça-feira (18), no programa on-line de Larry King, o "Larry King Show".

Distante de sua personalidade sarcástica, Morrissey falou de assuntos íntimos, como o diagnóstico de câncer de esôfago que recebeu em 2014.

"Quando você recebe o diagnóstico, não escuta a palavra em si. Você não quer ouvir. É apenas um 'ah, sim'. Depois, quando você está só, a ameaça está na sua mente", afirmou o cantor, sobre como recebeu a notícia da doença.  "Agora estou OK", respondeu ele a Larry King, quando perguntado se estava curado.

O apresentador começou a entrevista perguntando a Morrissey sobre os Smiths, banda que liderou nos anos 1980. Diz não se arrepender de terem se separado e rejeitou uma possível reunião. "Éramos jovens e não sabíamos o que estávamos fazendo. E não nos gostávamos tanto assim."

Morrissey falou a King que não enxerga poesia na vida moderna. Também contou que sofre de depressão, que o acompanha ao longo dos anos e para a qual não toma remédios. "É um estado de espírito, circunstancial."

"Para mim, nunca melhora. Tenho por muitos anos, é algo que não desaparece. Não há cura. É parte de ser sensível", afirmou o cantor.

Larry King rebateu: "Você está deprimido agora?" -ao que Morrissey responde com uma negativa, dizendo se sentir seguro naquele momento. "Te curei?", brincou o entrevistador, arrancando risos da plateia.

A entrevista está disponível, na íntegra, no site do canal on-line Ora, que exibe o programa de Larry King.

No fim, Morrissey despediu-se do programa cantando "Kiss Me A Lot", do álbum "World Peace Is None of Your Business", lançado em 2014.

continua após publicidade